Bandidos colocam arma na cabeça de ministro do TCU, mas fogem após cadela latir

Ministro Benjamin Zymler e a família viveram momentos de terror, ao se depararem com dois criminosos na casa
Publicado em 05/12/2021 15:07
Ministro
Foto: Internet

BRASÍLIA, DF – A casa do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamin Zymler foi invadida por dois bandidos, na tarde do último sábado (4).

Um deles rendeu Zymler e colocou uma arma de fogo na cabeça do ministro. A residência fica localizada no Lago Sul, área nobre de Brasília.

Os criminosos renderam também a esposa e a filha de Zymler. O ministro do TCU disse que os homens pretendiam juntar toda a família e levá-la para um único cômodo, a fim de roubar objetos da residência.

O plano, no entanto, teria sido frustrado pela cadela da família, que, ao latir, alertou o vigilante. “Eles falaram ‘sujou’ e foram embora”, contou o ministro. Os bandidos fugiram em seguida e ainda não foram encontrados.

Leia mais: Amazonino confirma candidatura e diz que Pauderney presidirá União Brasil: ‘devo muito ao Amazonas’

Zymler disse estar traumatizado com a cena de terror que viveu com a família nessa tarde. “Foi a primeira vez que colocaram uma arma na minha cabeça. Não levaram nada da casa, mas é uma situação bem chata”, reforçou.

Em nota, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF,) informou ter sido acionada para uma ocorrência de homens armados às 15h35, mas ninguém foi localizado.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS