MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Bolsonaro avisa: ‘ A Covid vai ficar para sempre’

Presidente voltou a criticar a política do locdown e disse que o povo precisa aprender a conviver com o vírus
• Publicado em 30 de abril de 2021 – 13:28
Bolsonaro pode se vacinar contra covid-19 neste sábado
Foto: Reuters

BRASÍLIA, DF –  O presidente Jair Bolsonaro disse em sua live semanal nesta quinta-feira (29) que o coronavírus não vai mais embora e que o mundo vai ter de aprender a conviver com a existência dele entre nós. “Infelizmente vai ficar para sempre. Lamentamos as mortes. Chegou um número enorme de mortes. Vamos ter que conviver com o vírus, até porque está cada vez mais mudando. A gente espera que não haja 3ª onda por aí, a gente pede a Deus que não haja, mas temos que enfrentar”, disse.

O presidente reforçou que jamais defenderá a política de lockdown, que para ele é responsável pela crise na economia. “Uma população na miséria vai passar a depender mais do Estado e a tendência é dar o voto para quem dá muleta”, analisou. Os R$ 250 de média do novo auxílio emergencial são a única rende de milhões de brasileiros, que ainda enfrentam a lentidão na vacinação e o elevado número de mortes. São mais de 400 mil vidas perdidas. “Tem uma massa muito grande de pessoas sobrevivendo de ajuda e do auxilio emergencial. Quem tá reclamando não tinha o Bolsa Família. Melhorou. Mas é pouco. A política do ‘feche tudo e fique em casa’ causou o desemprego no Brasil, principalmente, entre os informais”, afirmou o presidente.

Leia mais: Objetivo da CPI é salvar vidas, diz Omar Aziz sobre início das investigações

Bolsonaro voltou a afirmar que o governo federal não mandou fechar e que apenas recomendou para que as pessoas mais vulneráveis, “com comorbidades e excesso de peso”, que tinham que se cuidar mais.”Eu falava ‘temos que enfrentar o vírus’. Agora, a OMS (Organização Mundial da Saúde) diz que temos que conviver como vírus e que vai levar anos com o vírus, porque ele está mudando. Espero que não haja uma terceira onda”, disse. “Se ficar a política do lockdown, vai levar as cidades à miséria”, criticou.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap