Bolsonaro exonera Onyx para votar Orçamento e PEC da imunidade - Amazonas1
22 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Bolsonaro exonera Onyx para votar Orçamento e PEC da imunidade

A exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), nesta sexta-feira (26).

Bolsonaro exonera Onyx para votar Orçamento e PEC da imunidade
Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), decidiu exonerar Onyx Lorenzoni (DEM-RS) do cargo de ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência.

Ele foi temporariamente afastado para votar emendas do Orçamento e a PEC da imunidade na Câmara dos Deputados. A exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), nesta sexta-feira (26/2).

Em nota, Onyx afirmou que pediu exoneração do cargo, conforme publicação na edição extra do Diário Oficial, “para tratar de emendas do orçamento no Congresso Nacional”. Ele vai reassumir a pasta no dia 2 de março.

O afastamento também faz parte da estratégia do Palácio do Planalto para garantir a vitória da PEC da imunidade na Casa.

A proposta cria novas regras para a imunidade parlamentar. Na prática, as mudanças vão dificultar a prisão de deputados e senadores em alguns casos.

PEC polêmica

Por causa da complexidade, a medida causou polêmica. Sem consenso entre os partidos e para evitar uma derrota, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), desistiu nesta sexta-feira (26/2) de votar no plenário a PEC da imunidade e decidiu enviá-la para discussão em uma comissão especial a ser criada, que é o rito de praxe.

Com isso, a votação da proposta ainda não tem data definida para ocorrer. Os parlamentares ainda precisam analisar o texto.

*Com informações do Metrópoles

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]