Manaus, 16 de julho de 2024
×
Manaus, 16 de julho de 2024

Cidades

Candidato a reitoria da UEA diz que recebeu suspensão da eleição com preocupação

Candidato a reitoria da UEA diz que recebeu suspensão da eleição com preocupação

Após decisão da Justiça em suspender a eleição da reitoria da UEA, nesta sexta-feira, 23, a chapa 14 “Juntos Rumo à Excelência”, representada pelos professores Cleinaldo Costa e Cleto Leal, informou, por meio de nota, que recebeu com preocupação a decisão do juiz Leoney Figliuolo Arraquian.

“A suspensão da eleição é um fato muito grave porque fere um direito adquirido com muita luta pela Universidade. É preciso ter responsabilidade e respeitar nossa instância máxima que é o Conselho Universitário representado por alunos, técnicos-administrativos e professores da instituição”, disse o candidato a reitor Cleinaldo Costa.

A chapa 14 esclarece que o decreto 38.704/2018, que definiu os termos da eleição para reitor da UEA foi aprovado pelo Conselho Universitário (Consuniv/UEA) em votação aberta e democrática e lamenta que os autores da ação tenham omitido informações essenciais e fornecido informações errôneas ao magistrado, a saber: “(…) proposta oriunda da reitoria da universidade sem participação do Conselho Universitário e modificou a fórmula de cálculo dos votos para a eleição de REITOR E VICE-REITOR”.

Na verdade, o Conselho Universitário (Consuniv), instância máxima decisória da UEA, reuniu-se nos dias 4 e 5 de dezembro de 2017 e votou por maioria absoluta a fórmula para todas as eleições da instituição. Vide resolução 73/2017 – CONSUNIV/UEA.

A chapa 14, ao mesmo tempo em que respeita e acata incondicionalmente a decisão da justiça, está analisando os remédios os remédios jurídicos cabíveis no sentido de restabelecer o processo eleitoral sem prejuízo ao calendário previamente definido.

“A UEA é muito importante para o nosso Estado. É condição estratégica para o desenvolvimento do Amazonas, é um sonho de todos nós e acalentado por 23 mil jovens que aqui estudam, precisam melhorar de vida e sonham com seu crescimento pessoal, profissional e coletivamente, desenvolver o Estado. É preciso garantir a democracia na nossa universidade e não aceitar que ações extemporâneas coloquem em risco a democracia e desconsiderem o fato de que houve decisão votada por maioria absoluta do Conselho Universitário para a definição da fórmula eleitoral em 5 de dezembro de 2017 e chancelada por decreto governamental, datada de 19 de março de 2018”, ressaltou Cleinaldo.

Leia também:

http://amazonas1.com.br/noticias/justica-suspende-eleicao-para-reitor-da-uea/