MDB de Braga e Lula selam apoio e deixam Simone Tebet à deriva: ‘justiça social’

Publicado em 19/07/2022 08:31

Ao menos 11 diretórios do MDB fecharam nesta segunda-feira (18) apoio ao ex-presIdente Lula já no primeiro turno e mandara a candidatura da Senadora Simone Tebet para a frigideira. “Tomamos a decisão de apoiar @LulaOficial comprometidos com o projeto de Brasil que queremos, o fortalecimento da democracia, a retomada do crescimento, emprego, renda e da Justiça social que este país precisa para que nós possamos ter a solidariedade e o enfrentamento da fome!”, escreveu Braga.

Além de Braga, estavam em São Paulo nomes como Renan Calheiros (AL), o governador de Alagoas, Paulo Dantas, e os senadores Veneziano Vital do Rêgo (PB), Eunício Oliveira (CE), Rose de Freitas (ES), Lúcio Vieira Lima (BA), Marcelo Castro (PI), Edison Lobão (MA), além do presidente do diretório estadual MDB no RJ, Leonardo Picciani.

O próximo passou e procurar Michel Temer e pedir que ele também se junte ao time, mesmo que um dia tenha sido acusado de dar golpe em Dilma. “O presidente Temer é sem dúvida nenhuma uma liderança dentro do partido. Portanto ele tem um papel a exercer. Aliás no dia de ontem ele participou de um programa de televisão onde ele manifestou publicamente a opinião dele sobre a situação da terceira via. Ele disse que lamentavelmente a terceira via não se consolidou. Portanto eu acho que com a entrevista de ontem existem fatos novos para que nós possamos conversar também com o Michel Temer”, disse Braga.

Leia mais: ‘Parece que não tem mais com o que se ocupar’, diz Omar Aziz sobre Bolsonaro; entenda

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS