MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Pauderney assina contrato milionário sem licitação para limpar as escolas de Manaus

• Publicado em 08 de julho de 2021 – 19:34

MANAUS, AM – A Prefeitura de Manaus contratou mais uma empresa sem licitação. Dessa vez, a contratação partiu da Secretaria Municipal de Educação (Semed), chefiada por Pauderney Avelino (DEM). A Semed contratou a empresa Biolimpo Ltda. pelo valor de R$ 2,5 milhões..

A contratação foi feita por portaria no dia 30 de junho de 2021, assinada por Pauderney e pelo subsecretário de Administração e Finanças da Semed, Lourival Litaiff Praia. O objetivo da contratação é a prestação de serviços de desinfecção e sanitização de escolas municipais, tendo em vista o retorno gradual das aulas presenciais na rede municipal.

Leia mais: Prefeito de Anori é denunciado ao TCE por licitação suspeita

A primeira razão encontrada para a dispensa de licitação foi justamente a situação de emergência, causada pela cheia dos rios e a pandemia da covid-19, embora a cheia não tenha ligação aparente com a limpeza das escolas. Ao todo, a prefeitura deve pagar um total de R$ 2.505.000,00 à empresa, sediada no bairro Nossa Senhora das Graças, na Zona Centro-Sul, pela prestação dos serviços de sanitização.

Ligação com aliados

Em consulta às bases de dados na internet, a equipe de reportagem constatou o nome de Katiane Rocha da Cunha como sócia-administradora da empresa, e Patrícia Lindoso Tribug Zaranza e Bárbara Lindoso Tribug como sócias. Katiane Rocha da Cunha está envolvida em um escândalo de corrupção no município de Eirunepé, investigado pelo Ministério Público do Amazonas (MP-AM). O principal beneficiário do esquema seria o próprio prefeito, Raylan Barroso, que atuava por meio de “laranjas”.

Em 2020, a pedido do MP, o desembargador José Hamilton Saraiva, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) pediu a quebra dos sigilos bancário, fiscal e bursátil de 25 investigados. Entre estes, estavam o prefeito e Katiane.

A reportagem pediu uma nota de esclarecimento da Secretaria, mas até a publicação da matéria não obteve resposta. O espaço segue aberto.

Acompanhe em tempo real através das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap