Manaus, 24 de abril de 2024
×
Manaus, 24 de abril de 2024

Cidades

David Almeida critica manauaras que foram às ruas defender Daniel Silveira: ‘triste’

O prefeito de Manaus estendeu as críticas a políticos bolsonaristas

David Almeida critica manauaras que foram às ruas defender Daniel Silveira: ‘triste’

(Foto: Reprodução)

MANAUS – Durante evento na manhã dessa segunda-feira (02), o prefeito de Manaus David Almeida (Avante) criticou o ato realizado nesse domingo (1°), em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e ao deputado federal Daniel Silveira.

“Eu fiquei triste, ontem, em ver pessoas fazendo manifestações no Dia do Trabalhador, apoiando aquele deputado federal que foi cassado, Daniel Silveira, defendendo intervenção em STF, e não defendendo o povo de sua própria cidade!”, afirmou.

Silveira foi condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por estimular atos antidemocráticos e ataques a ministros do Supremo e a instituições, mas recebeu indulto de Bolsonaro.

A fala do prefeito veio após ser questionado sobre seu posicionamento em relação ao presidente, diante dos decretos federais que atingem a Zona Franca de Manaus (ZFM). David Almeida estendeu as críticas a políticos bolsonaristas e garantiu que manterá o discurso em todas os bairros que visitar.

Leia mais: David Almeida chama Guedes de ‘imbecil’ e mobiliza líderes evangélicos contra Bolsonaro

“Tem gente que foi eleito com voto do amazonense, do manauara, que não defendeu e não defende os emprego de vocês. Tem coragem de defender o pessoal lá do Sul e não defende o povo que os elegeu, e tem gente que é contra a Zona Franca e quer se eleger para acabar a Zona Franca”, acrescentou.

Durante o ato do domingo, realizado na Ponta Negra, zona Oeste de Manaus, estavam presentes o pré-candidato ao Senado, Coronel Alfredo Menezes (PL) e o deputado federal Alberto Neto (PL).

Leia mais: No Dia do Trabalhador, bolsonaristas promovem motociata em favor de Bolsonaro em Manaus

“Aqui não tem nenhum leso, eu não sou otário, nem o povo do meu estado. A gente não tem que ficar aplaudindo ele acabar com os nossos empregos, agente tem que cobrá-lo!”, afirmou David Almeida.

Assista: