Deputado Zé Ricardo alfineta Bolsonaro sobre decreto: ‘crucifica a Zona Franca de Manaus’

É necessário que, neste momento, o governo, a representação dos trabalhadores, do setor empresarial, e nós, da classe política, entremos na Justiça, no STF contra essa decisão
DA REDAÇÃO – PORTAL AM1
Publicado em 16/04/2022 06:25
'O que o prefeito quer esconder?', questiona Zé Ricardo sobre falta de transparência
Foto: Reprodução

“Em plena Semana Santa, Bolsonaro crucifica a Zona Franca de Manaus (ZFM). Editou na noite de quinta (14) novo Decreto, tornando permanente a redução de 25% do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) em todo o Brasil.

Leia mais: Via-Sacra: após dois anos, fiéis celebram nas ruas a ‘Paixão de Cristo’ em Manaus

Essa medida afeta diretamente a Zona Franca, retirando a competitividade das empresas, além de comprometer a arrecadação pública, os empregos, como também a manutenção da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). É necessário e urgente que neste momento o Governo do Estado, assim como a representação dos trabalhadores, do setor empresarial e, nós, da classe política, entremos na Justiça, no Supremo Tribunal Federal (STF) contra essa decisão.

A Constituição Federal garante a manutenção dos incentivos fiscais do Polo Industrial de Manaus (PIM). Precisamos defender os empregos, o trabalho e a economia do Estado. Na Câmara Federal, também estarei cobrando para que o Projeto de Decreto Legislativo (PDL), de minha autoria, possa ser apreciado com urgência para reverter essa decisão que afeta o futuro do Estado do Amazonas”.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS