MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Dez estabelecimentos são autuados por descumprirem restrições no AM

Ao todo, foram fiscalizados 12 estabelecimentos, entre bares, restaurantes e casas de shows e dez deles autuados
Da Redação – Portal AM1
• Publicado em 29 de agosto de 2021 – 17:08

MANAUS, AM – Durante vistorias realizadas pelos agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF), 10 estabelecimentos foram autuados nas zonas norte, sul, centro-sul e oeste de Manaus, entre a noite da sexta-feira (27/08) e a madrugada de hoje (29/08). Ao todo, foram fiscalizados 12 estabelecimentos, entre bares, restaurantes e casas de shows.
 
O secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), general Carlos Alberto Mansur, ressaltou a importância das fiscalizações e reforçou o efetivo da CIF.
 
“O trabalho da Central Integrada é importantíssimo para fazer cumprir o decreto do governador. E, por meio desse trabalho, que já dura mais de um ano, a pandemia reduziu no nosso estado e conseguimos salvar muitas vidas”, enfatizou o general.

Leia também: Sacos de farinha recheados de drogas são encontrados em embarcação em Coari
 
No sábado (28/08), o Axerito, no bairro Adrianópolis, zona centro-sul, foi autuado e interditado pelos fiscais da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) por aglomeração. Os fiscais verificaram ainda que havia mais de três músicos no palco e que o consumo de bebida alcoólica estava sendo feito na pista de dança.

(Foto: Divulgação/ SSP/AM)

 
O Sensation Gastropub, localizado no bairro Flores, também na zona centro-sul, foi autuado pela Visa Manaus por distanciamento insuficiente e consumo de bebida em pé. O local também foi notificado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) por não possuir alvará de funcionamento.
 
O fiscal sanitário Augusto Júnior, da Visa Manaus, enfatizou que os donos dos estabelecimentos confundiram a flexibilização do novo decreto e acabaram superlotando os locais, além de descumprirem os protocolos sanitários.
 
“O decreto diz que restaurantes, lanchonetes e similares podem funcionar com capacidade máxima de ocupação em 75%, mas só é válido para os estabelecimentos que possuem um grande espaço. Se o espaço for pequeno, não terá como aumentar a capacidade de pessoas. Além do espaço, é preciso continuar respeitando as medidas sanitárias”, explicou o fiscal.
 
Ainda de acordo com o fiscal, os agentes estão vistoriando a obrigatoriedade da apresentação da carteira de vacinação, medida estipulada no decreto governamental que passou a valer desde o dia 23 deste mês.
 
“Para poder auditar o estabelecimento, precisamos abordar o cliente de forma educada e cordial e perguntar se ele trouxe a carteira de vacinação. Ela pode ser apresentada de forma física ou através do aparelho celular, podendo baixar o aplicativo do SUS. Todos os clientes que abordamos apresentaram a carteira com pelo menos a primeira dose”, finalizou.
 
Ação conjunta 

A CIF, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), conta com apoio das polícias Civil e Militar, CBMAM, agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Visa Manaus, Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM).
 
Denúncias

Delações referentes a estabelecimentos comerciais ou festas clandestinas, que descumprem decreto governamental ou apresentem outras irregularidades, podem ser feitas ao 190 ou ao 181, o disque-denúncia da SSP-AM.
 
*Com informações da assessoria

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap