Yamaha divulga projeções para 2020 e avalia cenário da ZFM

US - R$ 4,38

×

Yamaha divulga projeções para 2020 e avalia cenário da ZFM

"A preocupação da Yamaha é que a Zona Franca de Manaus não continue", afirma gerente executivo da Yamaha.

A empresa distribui cerca de 700 produtos por dia (Foto: Márcio Silva)

O Grupo Yamaha divulgou nesta quinta-feira, 23, os números do polo de duas rodas em 2019 e as projeções para 2020. A empresa instalada na Zona Franca de Manaus (ZFM), que é composta pela Yamaha Motor da Amazônia, Yamaha Motor Componentes da Amazônia e Yamalog, distribui em nível nacional e internacional cerca de 700 produtos por dia, entre motores de popa e motocicletas. 

Segundo os dados divulgados, em 2019 as vendas de motocicletas cresceram 9% no atacado, e 17% no varejo em relação a 2018. Foram 153.125 mil unidades produzidas no Polo Industrial de Manaus no ano passado, o número é 0,91% maior em relação ao mesmo período de 2018, quando o volume produzido foi de 151.744 mil, um aumento de 1.381 unidades. 

Foram 153.125 mil unidades produzidas no PIM (Foto: Mércio Silva)

Apesar do crescimento nas vendas, as exportações foram muito prejudicadas pela instabilidade econômica na Argentina, principal destino das vendas externas, e representou uma queda de 74, 89%, indo de 12. 279 unidades a 7.021. 

“É difícil competir com o custo dos outros países, quando você pensa no mundo asiático, eles conseguem vender um produto mais barato para Argentina, saindo da China ou da Tailândia, então é difícil porque o custo do Brasil prejudica a nossa competitividade”, explicou o Gerente Executivo da Yamaha na Amazônia, Anderson Chaves.  

Gerente executivo Anderson Chaves e a equipe de relações institucionais da Yamaha (Foto: Márcio Silva)

Chaves afirma que os investimentos vêm sendo direcionados principalmente para o mercado interno, mas o grupo vem investindo em outros mercados e a projeção de crescimento para este ano é de 4%, número que ele considera estável. 

“Montamos uma estratégia para não sermos mais surpreendidos. Nós temos outros segmentos na América do Sul, América do Norte, e também na Oceania. Então pautamos nesses segmentos, a Argentina não é mais o nosso pilar. Se aparecer Argentina será muito bem vinda para que a gente possa ampliar mais os 4%”, acrescentou.

A empresa distribui 700 produtos por dia, entre motores de popa e motocicletas. (Foto: Márcio Silva)

ZFM EM RISCO 

Após o imbróglio que atinge o setor de concentrados da ZFM, com o anúncio da redução da alíquota do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) dos concentrados de refrigerante, a empresa demonstrou preocupação com o risco de o modelo ser afetado em outros setores. 

“A preocupação da Yamaha é que a ZFM não continue. Realmente a gente espera que a zona franca continue aqui na região, queremos investir muito aqui, em termos de desenvolvimento de produtos, novas tecnologias, mas para isso é preciso ter uma certa segurança”, disse Chaves. 

Segundo o gerente executivo, a empresa vem acompanhando o cenário e participando ativamente com as federações locais, a fim de que não haja nenhum impacto de carga tributária no setor de motocicletas. 

LANÇAMENTOS 

Atualmente o grupo comercializa 26 modelos de motocicletas no Brasil, 8 modelos WaveRunner (veículos aquáticos) e 32 modelos de motores de popa.

No ano em que a empresa completa 50 anos de Brasil e 35 anos de Amazônia, o crescimento será impulsionado pelo novo modelo scooter-XMax 250, lançado no Salão Duas Rodas em novembro de 2019, que já está recebendo volume expressivo de reservas e chegará às lojas em abril deste ano. 

Modelo de scooter- XMax 250 chegará às lojas em abril (Foto: Márcio Silva)

“Todo ano nós investimos em novas tecnologias, o novo produto é carregado de nova tecnologia, desenvolvimento em molde, ferramental, é uma quantia considerável que aplicamos em cada produto”, disse. 

Além do modelo, a fabricante também produzirá motos personalizadas, que inspiradas nos heróis da Marvel, certamente atrairão olhares de admiradores do universo dos quadrinhos. A parceria que foi anunciada na 5° Edição do Salão Duas Rodas, em São Paulo, em novembro do ano passado, pretende atingir diversos consumidores. Neste primeiro semestre, três modelos já serão produzidos no Polo Industrial de Manaus.

A Yamaha produzirá motos inspiradas nos heróis da Marvel (Foto: Divulgação)

Faça um comentário