Manaus, 12 de julho de 2024
×
Manaus, 12 de julho de 2024

Cenário

Entreposto da Zona Franca de Manaus é instalado no Rio Grande do Sul

No entreposto serão armazenadas e escoadas mercadorias oriundas do Polo Industrial de Manaus (PIM) para países do Mercosul, como afirmou o governador por meio das suas redes sociais.

Entreposto da Zona Franca de Manaus é instalado no Rio Grande do Sul

(Foto: Reprodução/Redes sociais - @wilsonlima)

São Borja (RS) – O governador Wilson Lima (UB) foi ao Rio Grande do Sul nesta segunda-feira (24) para formalizar a instalação do entreposto da Zona Franca de Manaus na cidade de São Borja. No entreposto, serão armazenadas e escoadas mercadorias oriundas do Polo Industrial de Manaus (PIM) para países do Mercosul, como afirmou o governador, por meio das suas redes sociais.

“Isso vai levar benefícios econômicos não só para o Amazonas, mas também para o Rio Grande do Sul e para o Brasil”, escreveu Lima em um post no Instagram.

(Foto: Reprodução/Redes sociais- @wilsonlima)

Conforme o presidente do União Brasil estadual, o governo estadual já vinha trabalhando com a Prefeitura de São Borjas para que o projeto pudesse sair do papel. “Então esse é um grande ganho para o Amazonas, para São Borja e para a região, e também para vários países vizinhos”, destacou o governador Wilson Lima, que ainda esteve no Centro Unificado de Fronteira, na fronteira com a Argentina.

A cidade gaúcha, situada na fronteira com São Tomé, na Argentina, é um ponto estratégico para as exportações brasileiras ao Mercosul. A cidade oferece vantagens tributárias e logísticas, com entrepostos localizados em pontos cruciais para o escoamento da produção.

Segundo o Governo do Amazonas, estocadas no entreposto, a cobrança do tributo é suspensa por 270 dias, a contar da emissão do documento fiscal, por meio de uma permissão para prestação de serviços. A obra possui previsão de execução de 90 dias para começar a operar.

“É um momento muito importante em que consolidamos uma parceria muito positiva entre o Estado do Amazonas e o Estado do Rio Grande do Sul. Estamos dando um passo significativo para o desenvolvimento, para o progresso e para a geração de oportunidades, prospectando uma área tão importante que é a Zona Franca de Manaus”, disse o prefeito da cidade de São Borja, Eduardo Bonotto.

Wilson Lima destacou algumas empresas que poderão se beneficiar do entreposto como a multinacional sul-coreana Samsung (eletroeletrônicos); LG Electronics (eletroeletrônicos); Moto Honda da Amazônia (motocicletas); Sony (eletroeletrônicos); Philips (eletroeletrônicos); Whirlpool (eletrodomésticos); Bic Amazônia (produtos de consumo).

 

LEIA MAIS: