US - R$ 4,11

×

‘É coisa de gay’, pesquisa mostra o que héteros evitam em nome da masculinidade

Casal de youtubers comenta o estudo realizado em universidade americana

Eduardo e Filipe, formam um casal e juntos são donos do canal Diva Depressão, com mais de 2 milhões de inscritos (Foto: divulgação)

Carregar sacola de pano, falar corretamente, gostar de gatos, escutar Alcione todos esses e outros atos foram considerados indícios de que um heterossexual na verdade é gay. Eduardo e Filipe formam um casal e juntos são donos do canal Diva Depressão, com mais de 2 milhões de inscritos. Eles usaram a plataforma para falar sobre os esteriótipos que levam as pessoas a pensar que alguém é homossexual e, por conta disso, há homens limitando suas ações com medo dos julgamentos.

No vídeo, eles comentam sobre a pesquisa realizada pela Penn State University, universidade da Pensilvânia nos Estados Unidos, segundo a qual carregar sacola retornável do supermercado é um ato considerado ‘não-masculino’ pela maioria dos 960 entrevistados no estudo. Os pesquisadores ouviram homens e mulheres e descobriram que muitos rapazes preferem utilizar as sacolas de plástico porque a opção ecologicamente correta dá a eles uma aparência menos ‘macho’.

Os donos do canal Diva Depressão falaram sobre a masculinidade frágil (Foto: Reprodução)

Além da pesquisa, a dupla questionou os fãs no twitter para saber em que situações foram taxados de gay. E falar um português bem direitinho foi apontado como um motivo. “Olha a gente aqui! Nós somos um caso de quem fala tudo errado.”, ironiza Filipe. “E somos bicha!”, completa Eduardo no vídeo. Além disso, ser uma pessoa arrumada na maneira de vestir também é encarado como uma razão para “parecer gay”, conforme os comentários dos seguidores.

Até o animal de estimação  foi colocado em pauta. Os homens que gostam de um animal mais delicado como gato é considerado homossexual, já que “homem tem que ter um cachorro grande como um rottweiler”, comenta a dupla ao criticar o preconceito.

Perigo

Esse tema pode causar prejuízo até mesmo à saúde, conforme a dupla alertou. “Tem gente que não está lavando o pinto! Isso dá problema.”, disparou Eduardo. Sobre esse assunto, o presidente da República, Jair Bolsonaro, também falou, em abril deste ano, ele avisou sobre o grave número de amputações dos pênis por conta da falta de higiene.

Outra ação que é curiosamente indicada como um sinal de que o sujeito pode ser gay é se ele usar o cinto de segurança, conforme os fãs do canal Diva Depressão. “Onde já se viu?!”, perguntou Filipe.

O vídeo foi publicado ontem, 17, e gerou comentários de revolta aos esteriótipos apresentados pelos apresentadores do canal Diva da Depressão.

 

Faça um comentário