MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Estudo revela relação entre a vacina da gripe e imunidade contra a Covid-19

Após as pesquisas, os resultados trouxeram outra dúvida: será que a vacina contra a gripe ajuda a combater a Covid-19?
• Publicado em 05 de maio de 2021 – 10:41
Dr. Marcus Guerra fala sobre as vacinas
Foto divulgação

MICHIGAN, EUA – A Universidade de Michigan, Estados Unidos, realizou um estudo no ano passado no qual evidenciou que as pessoas que tomaram a vacina contra a gripe adoeceram de forma menos grave de Covid-19; 27 mil pacientes foram analisados. Mas uma não cobre a outra.

Após as pesquisas, os resultados trouxeram outra dúvida: será que a vacina contra a gripe ajuda a combater a Covid-19?

O Portal Amazonas 1 conversou com o Dr. Marcus Guerra, diretor Presidente da FMT-HVD,  médico infectologista e professor aposentado de doenças infecciosas e parasitárias da UFAM para saber se de fato a vacina da gripe combate a Covid-19.

Dr. Marcus Guerra fala sobre as vacinas
Foto divulgação

As vacinas ativam o sistema imunológico, o que faz com que o organismo fique em alerta e proteja o corpo contra outras doenças.

Quando perguntado se a vacina destinada contra a influenza poderia combater o novo coronavírus, prontamente, o doutor respondeu que não, porque é preciso ressaltar que ambas têm funções distintas.

Leia mais MPF defende contratar médicos estrangeiros no combate à covid no Amazonas

“Não, elas têm um alvo específico e geram anticorpos apenas para combater a infecção de cada vírus. Então, precisamos ter em mente que as vacinas são para fins distintos”, afirmou o especialista.

Informação e desinformação

Com a carga de informações e até mesmo de desinformações, algumas pessoas, de forma equivocada, entendem que basta se vacinar contra a influenza e a imunidade da Covid-19 será automática.

Analisando esse quadro, o infectologista afirma que as pessoas precisam fazer uso das das duas vacinas, apenas respeitando o intervalo necessário entre elas.

“São campanhas diferentes,  e é importante que as pessoas façam uso das duas. Só que, para usar, tem de haver um intervalo de 30 dias entre cada vacina”, completou.

Em resumo, apesar das pessoas que fizeram uso da vacina contra a influenza terem apresentado uma imunidade maior contra a Covid-19, ela não combate completamente o novo coronavírus. Então, o uso de ambas as vacinas é necessário, com intervalo de 30 dias entre elas, para que o efeito de combate específico seja realizado.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap