Manaus, 13 de julho de 2024
×
Manaus, 13 de julho de 2024

Entretenimento

Festival de Parintins: brasileiros comparam barco com o Titanic e temem naufrágio

Os internautas ficaram impressionados com a quantidade de redes em uma embarcação e um deles afirma: "O Titanic afundou por muito menos".

Festival de Parintins: brasileiros comparam barco com o Titanic e temem naufrágio

(Fotos: Reprodução/rRdes sociais - Titanic - Reprodução Wikipedia)

Manaus (AM) – O Festival Folclórico de Parintins está chamando a atenção dos brasileiros na semana em que é realizada a disputa entre os bois Garantido e Caprichoso em Parintins. Mas o que chamou mesmo a atenção, nessa segunda-feira (24), foi a quantidade de redes atadas em uma embarcação rumo à Ilha Tupinambarana.

O que parece ser mais um dia normal para os passageiros amazonenses que vão à ilha da magia se divertir deixou internautas impressionados. Um dos comentários deixados nas redes sociais comparou a embarcação com o famoso navio Titanic, que naufragou em 1912.

“Por muito menos o Titanic afundou. Que Deus proteja!”, disse o internauta.

Outro internauta, amazonense, comentou que no vídeo não tem nem a ametade dos passageiros que viajam para prestigiar o festival.

“Tá nem na metade 😂😂😂 agora que o resto do país tá vendo eu sou amazonense viajei de barco e já colocaram rede até em cima de mim o que aconteceu, ganhei um peido de graça na minha cara”.

Mas outra pessoa fez questão de dizer que, apesar da abundância de passageiros, a experiência em viajar nas embarcações é única e ainda convidou os outros a fazer o mesmo. “Uma experiência incrível, quem nunca foi vá 💙💙💙”.

Para os que estavam preocupados com a situação e temendo que a embarcação afundasse, um dos internautas tentou explicar, mas não deixou de rebater o posicionamento dos alguns que estavam criticando.

“Não entendo porque que a internet está ironizando isso. Isso lá é normal, isso lá é a coisa mais normal que tem na face da terra. Lá eles dormem em rede, a internet implica com tudo também né?”

 

LEIA MAIS: