MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Karol Conká declara torcida para Juliette no BBB21

Karol Konká ainda admitiu que conflitos com o participante Lucas Penteado estavam relacionados à semelhança entre ele o seu pai, que era alcoólatra
• Publicado em 30 de abril de 2021 – 16:19
karol conka
Foto: Reprodução

SÃO PAULO, SP – Karol Conká, ex participante do Big Brother Brasil 21, disse nesta sexta (30) no programa Encontro, de Fátima Bernardes, que um conselho de Juliette, recebido durante o confinamento, tem ajudado a seguir em frente. A cantora tem sofrido rejeição devido às suas atitudes dentro do reality.

A cantora, que esteve no programa Encontro para falar do documentário “A Vida Depois do Tombo”, declarou a sua torcida por Juliette, que ela colocou em primeiro lugar no seu pódio. Fiuk ficou em segundo e Gilberto na terceira posição.

“No meio dos meus surtos, eu procurava Juliette, a quem chamava de fair play, e ela me dizia uma coisa que venho refletindo e pondo em prática. O que vai te definir não é o seu erro, mas como você vai lidar com ele”, disse.

Leia mais: Fiuk é o primeiro finalista do BBB21

Karol Konká tentou buscar ajuda

Karol revelou que antes de entrar no BBB buscou ajuda psicológica, mas não deu continuidade. Ela disse que aceitou o convite para participar do reality em busca de aventura, para se sentir mais viva e ter uma nova energia. No entanto, admitiu que se autossabotou no programa.

“Fui muito machucada e machuquei os outros também. Quando era Karoline me sentia rejeitada, criei o alter ego Karol Conká e senti a força. Acabei me afastando da minha essência e agora percebo o quanto a Karol Conká precisa da Karoline”, explicou.

Conflitos com Lucas

A cantora admitiu que conflito com o participante do reality Lucas Penteado estavam relacionados à semelhança entre ele o seu pai, que era alcoólatra.

“Eu via uma semelhança entre ele e o meu pai e me senti machucada. O certo era eu entrar no confessionário e falar com o psicólogo, mas explodi. Tinha muita raiva no olhar. Essa é uma das cenas que mais me machucaram. Fiquei realmente envergonhada e enojada”, disse.

(*) Com informações da Folhapress : https://bit.ly/3aRNDS6

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap