Manaus, 29 de maio de 2024
×
Manaus, 29 de maio de 2024

Cidades

Mãe diz que filho encontrado carbonizado foi morto por causa de foto no Facebook

Edgar foi morto esfaqueado e teve o corpo desovado e incendiado dentro de um Fiat Uno

Mãe diz que filho encontrado carbonizado foi morto por causa de foto no Facebook

Um homem, identificado como Edgar Nunes da Silva, 22 anos, foi encontrado carbonizado dentro de um Fiat Uno, na manhã de domingo (18), no Jardim Anache, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Segundo relatos da mãe da vítima à polícia, o filho foi morto por causa de uma foto no Facebook em que demonstrava apoio ao CV (Comando Vermelho).

Conforme o delegado Leandro Costa de Lacerda, dois dos cinco investigados pelo assassinato foram presos na casa onde ocorreu o “tribunal do crime”, no Parque Tarsila do Amaral. Paulo Henrique da Silva Lemes, 18 anos, e Fernando Barbosa da Silva, 29 anos, foram localizados ontem mesmo. Tanto os suspeitos quanto a vitima tem várias passagens pela polícia e moram no mesmo bairro. Um dos envolvidos no caso tem 16 anos. Os investigados são do PCC (Primeiro Comando da Capital) – facção rival do Comando Vermelho. 

Ainda de acordo com o delegado, a ordem para executar o rapaz veio de um interno do Presídio de Segurança Máxima. Ele não teve o nome divulgado. Na sexta-feira (16), Edgar disse para a mãe que ia conversar com os dois para resolver o problema e não voltou mais. A mãe do rapaz já havia registrado um boletim de ocorrência por desaparecimento no sábado (17). Ela relatou que Paulo Henrique e Fernando Barbosa vinham ameaçando a vítima há 2 meses por causa de uma foto que Edgar postou há 5 anos fazendo alusão ao CV. Edgar foi amarrado e esfaqueado no pescoço, o corpo desovado e incendiado dentro de um Fiat Uno.

Caso 

Equipe do 11º Batalhão da Polícia Militar fazia rondas na região, quando foi abordada por um morador que encontrou um Fiat Uno incendiado na estrada. Ao checarem a informação, os militares se depararam com um cadáver no banco traseiro do automóvel.

*Informações retiradas do CampoGrandeNews