MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Mãe investigada por maus-tratos ameaçou filha com chumbinho

Após denúncia de uma vizinha nessa terça-feira (4), uma mulher está investigada por maus-tratos à própria filha, de sete anos
• Publicado em 05 de maio de 2021 – 17:20

GUARULHOS, SP – A mulher investigada por maus-tratos contra a própria filha, de sete anos, em Guarulhos (SP), ameaçou a menina com chumbinho para que ela não comesse comida no lixo. A garota relatou a polícia que procurava se alimentar a partir dos restos de alimentos porque passava fome e a mãe não estava a alimentando.

“Na minha casa não quero que você entre, e não coma o que jogo no lixo. Faz ara de vítima para mim só porque sou mulher. Eu quero ver até quando vai. Eu vou por chumbinho, eu vou por chumbinho, só para te avisar”, gritava a mulher no momento registrado em áudio pela vizinha.

Leia mais: Mulher desaparece após sair de casa no bairro Flores; família pede ajuda

A mãe prestou depoimento na delegacia, a mulher foi liberada e é investigada por maus-tratos. A menina está sob os cuidados de um casal de primos da mãe.

O caso

Após denúncia de uma vizinha nesta terça-feira (4), uma mulher está investigada por maus-tratos à própria filha, de sete anos, no bairro de Cumbica, em Guarulhos.

Equipes de polícia estavam se deslocando para uma ocorrência policial quando encontraram uma mulher que pediu ajuda. Ela disse que sua vizinha agredia violentamente a própria filha. A mulher ressaltou que, minutos antes, havia gravado os gritos da criança por meio de um áudio e mostrou aos policiais

No endereço, a mãe da criança negou o ato à Polícia Militar. As equipes, então, pediram que a mulher apresentasse a criança. Os agentes então notaram as marcas de agressões no rosto, cabeça, nariz e mãos da menina. A garota estava física e psicologicamente abalada.

A criança relatou aos agentes que foi violentada sexualmente pelo pai, quando era mais nova, e que fazia tratamentos psicológicos por conta disso, e também disse aos policiais que não se alimentava há pelo menos dois dias, e por isso precisou buscar restos de alimentos no lixo da casa vizinha por estar faminta. A garota contou ainda que quando a mãe quer castigá-la, por algum motivo, a coloca de joelhos na cozinha, durante toda a madrugada, com as luzes acesas, a privando de dormir.

A criança também foi agredida com pedaços de mangueira, socos e chutes. A mãe foi conduzida ao 7º Distrito Policial, de Guarulhos, junto com a vizinha, que testemunhou os fatos. A criança foi socorrida até a Unidade de Pronto Atendimento Cumbica, onde o médico constatou lesões nas costas, tórax, barriga, face, cabeça, nos dois braços, nas duas pernas, pés e mãos.

A equipe médica solicitou exames e prescreveu medicações. A mãe não ficou presa e será investigada por maus-tratos. O delegado solicitou apoio do Conselho Tutelar, que deixou a criança sob os cuidados de um casal de primos da mãe.

 

*Com informações R7

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap