Clientes da Caixa Econômica denunciam venda de vagas na fila, na zona Leste - Amazonas1
25 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Clientes da Caixa Econômica denunciam venda de vagas na fila, na zona Leste

Durante esta manhã, o Portal AM1 esteve no local e constatou que muitos idosos e crianças aguardavam do lado de fora da agência

Clientes da Caixa Econômica denunciam venda de vagas na fila, na zona Leste
Foto: Márcio Silva - Portal Amazonas1

Desde a madrugada desta terça-feira (22), clientes da Caixa Econômica formaram uma fila extensa ao lado da agência bancária que fica na avenida Autaz Mirim, na zona Leste de Manaus.

Os clientes, que em maioria são usuários do aplicativo Caixa Tem, denunciaram a demora no atendimento e também que algumas pessoas estariam vendendo vagas na fila.

Leia mais: Publicada MP que institui mais 4 parcelas de R$ 300,00 do auxílio emergencial

“Eu cheguei aqui e o pessoal estava vendendo vaga de R$20 a R$ 30, isso aí não deveria acontecer, né? E tá acontecendo”, afirmou o empilhador Walace Albuquerque, 42, que aguardava na fila desde as 6h para sacar o FGTS.

O confeiteiro Elinaldo Santos, 58, também afirmou que tal prática está ocorrendo na agência. “Pela manhã, quando eu cheguei, logo cedo, o cidadão chegou, se aproximou de mim e perguntou se eu queria uma vaga na frente, que teria lá. Mas eu disse que não, que preferia aguardar a minha vez”, contou.

Durante esta manhã, o Portal AM1 esteve no local e constatou que muitos idosos e crianças aguardavam fora da agência, alguns afirmaram que estavam no local desde as 3h da madrugada. Uma fila preferencial foi montada, mesmo assim, o atendimento demorou por horas. Além disso, a fila gerou aglomeração e muitas pessoas estavam sem máscara.

Fila da Caixa Econômica, na Grande Circular (zona Leste). Foto: Márcio Silva – Portal Amazonas1

Segundo muitos clientes, a demora no atendimento e a venda de vagas se tornou comum na agência. A maioria deles aguarda para sacar o benefício do Auxílio Emergencial ou resolver algum problema referente ao benefício social.

André Melo, que atualmente está desempregado, chegou a registrar um Boletim de Ocorrência recentemente contra a agência e uma das gerentes por mau atendimento.

“A gerente Samara Medim, que estava lotada aqui, chegou ao cúmulo de chamar a Polícia Militar e agredir alguns clientes da Caixa. Eu entrei na confusão, fiz um Boletim de Ocorrência e agora que eu venho entregar o BO para que ela venha dar ciência, eu fui informado que transferiram ela dessa agência”, contou.

O Portal AM1 entrou em contato com a assessoria da Caixa Econômica, todavia, até o momento da publicação da matéria, não obteve resposta.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading