Coleta domiciliar é ampliada com caminhões de menor porte para atender a becos e vielas - Amazonas1
20 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Coleta domiciliar é ampliada com caminhões de menor porte para atender a becos e vielas

A Prefeitura de Manaus está reforçando o serviço de coleta domiciliar, com mais quatro coletores reduzidos, capazes de entrar em ruas estreitas e becos

Coleta domiciliar é ampliada com caminhões de menor porte para atender a becos e vielas
Fotos: Ingrid Anne -Semcom

A Prefeitura de Manaus está reforçando o serviço de coleta domiciliar com mais quatro coletores reduzidos, que são capazes de entrar em ruas estreitas e becos, onde os caminhões normais não conseguem acessar. Com isso, a limpeza pública se expande e oferece mais uma solução a um dos desafios enfrentados pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), que é a presença de inúmeros becos e vielas entrecortando os bairros.

“A limpeza pública é uma prioridade da nossa gestão, porque isso significa saúde para a população, ainda mais em tempo de pandemia. Tenho muito orgulho das equipes de limpeza, porque não medem esforços para deixar a cidade cada vez mais limpa. E essa iniciativa de realizar a coleta domiciliar com caminhões coletores menores é a prova disso, contemplando cada cidadão, mesmo nos locais de difícil acesso”, afirmou o prefeito Arthur Virgílio Neto.

Com dimensões reduzidas, os caminhões são mais leves e ágeis, com maior capacidade de manobra e acesso. Eles se juntam a outras soluções que a prefeitura vinha adotando nos últimos anos, para levar os serviços aos becos e ruas estreitas, locais que antes não contavam com a passagem do compactador da coleta.

“Estamos atacando esse problema desde o começo da gestão do prefeito Arthur Neto, que enfrentou o desafio de atender a população como um todo. Já implantamos a “puxação”, lixeiras comunitárias e trabalhamos a conscientização nesses locais de forma frequente. Os novos caminhões reduzidos chegam para reforçar o trabalho”, explicou o secretário municipal de Limpeza Urbana, Paulo Farias.

Leia mais: Prefeitura de Manaus inicia reforma do Terminal 4, na zona Leste

Historicamente, segundo o secretário, realizar serviços de limpeza em regiões de becos sempre foi difícil e custoso. Manaus possui mais de 1.200 becos e outras dezenas de ruas estreitas. “Adotar essa pequena frota de caminhões reduzidos vai diminuir o tempo da coleta, aumentar o raio de alcance do serviço, melhorar a qualidade de vida da população e minimizar gastos com a limpeza pública”, comentou Paulo Farias.

População aprova

Para os moradores do bairro Nova Vitória, zona Leste da cidade, esse serviço já está agradando. A estimativa é de que, nesse local, apenas um caminhão reduzido de coleta consiga atender mais de 2.000 famílias com coleta porta a porta, diariamente.

Joaquim Júnior, que mora no bairro há 32 anos, conta que os residentes sempre tiveram que subir ladeiras para levar seu lixo até as ruas principais, por onde a coleta regular passa. “São umas quatro ruas e ladeiras. Os moradores tinham de carregar o lixo até lá. Esses caminhões vão ajudar muito. Agradeço imensamente ao prefeito por olhar por nós, da zona Leste”, disse.

O aposentado Antônio da Costa Teixeira, morador da rua Jucá  (antiga rua Raul Seixas), comemorou a chegada da coleta domiciliar no local. “Nunca vieram buscar nosso lixo na porta. Para mim, que já tenho certa idade e dificuldade de andar, é um presente receber essa equipe”, disse o morador.

Daiane Ferreira mora há nove anos na rua Elvis Presley e acompanhou a coleta com entusiasmo, antes de sair para o trabalho. “Sabemos que as ruas são estreitas e as ladeiras são acentuadas, o que impede os caminhões de passar. É muito bom saber que alguém pensa em nós aqui e planeja soluções como essa. Com certeza é um serviço que vai realmente melhorar nossas vidas”, apontou.

Após coletar os resíduos nas portas, os coletores reduzidos fazem o transbordo para os compactadores normais da coleta domiciliar do bairro, unificando os resíduos da rota antes da remoção para o Aterro Municipal. Isso faz com que o caminhão de porte menor volte a trabalhar mais rapidamente e mantém o tráfego normal das rotas à disposição final.

Becos

Para atender às necessidades dos becos, a Prefeitura de Manaus já atua com o sistema de “puxação”, em que os garis da coleta entram nas vias e coletam os resíduos nas portas, puxando-os para o coletor. “Foi uma alternativa e tem dado muito certo. A determinação do prefeito Arthur Neto é sempre de melhorar o serviço e aproximá-lo da população, enfrentando os obstáculos e resolvendo os problemas. Essas pequenas adequações e ajustes ajudam muito a quem precisa”, ressaltou Paulo Farias.

Constantemente, a coleta domiciliar vem passando por melhorias. Nos últimos dois anos, toda a frota da Prefeitura de Manaus foi renovada e, hoje, conta com carros novos, atualizados tecnologicamente, oferecendo melhores condições para os servidores e tornando a coleta mais eficiente.

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading