Pai denuncia hospital HapVida por negligência na morte do filho

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

2 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Pai denuncia hospital HapVida por negligência na morte do filho

A criança não resistiu a uma cirurgia cardíaca para correção do sopro no coração neste hospital privado de Manaus

Pai denuncia hospital HapVida por negligência na morte do filho
Foto tirada antes do menino Arthur iniciar a cirurgia (Foto: Arquivo pessoal)

O advogado Robert Lincoln usou suas redes sociais no sábado, 30, para fazer uma denúncia alegando negligência médica do hospital Rio Negro da Hapvida que teria levado à morte o seu filho, Arthur Areias de 10 anos. A criança não resistiu na realização de uma cirurgia para correção do sopro no coração, que, conforme o corpo clínico do hospital teria dito ao pai que seria uma cirurgia ”aparentemente” simples.

De acordo com as publicações feitas pelo pai do menino Arthur, o procedimento ocorreu na última quinta-feira, 28, após realização de diversos exames e um acompanhamento médico que antecederam dois meses antes da cirurgia, autorizada pelo advogado, tendo a garantia de êxito e amparo para um bom resultado cirúrgico que duraria em torno de 4 horas. 

“Eu tive que invadir o centro cirúrgico 3 vezes porque não tinha notícias e eu sabia que havia algo grave, o coração de pai me avisou. A noite quando vieram dar a notícia que meu filho morreu, esse tal de doutor George Butel disse que se não operasse, o meu filho iria viver no máximo até uns 20 anos de idade”, relatou Robert informando que se soubesse dessa informação antes não teria autorizado.

A promessa recebida do corpo clínico para o pai seria de devolver a criança com vida e se caso o coração não voltasse a bater “existiam drogas, manobras e procedimentos que fariam o coração voltar a bater”,  mas Arthur não resistiu e foi à óbito. O vídeo em que aparece Arthur entrando para sala de cirurgia publicado no perfil de Robert, já acumulam vários compartilhamentos, e centenas de comentários.

ME PERDOE MEU AMOR DE TER TE DEIXADO ENTRAR NESSE AÇOUGUE HUMANO! VEJO NO SEU ROSTO O SEMBLANTE DO DESESPERO E DA DESPEDIDA COMO SE SOUBESSE QUE NÃO VOLTARIA MAIS! JUSTIÇA SERÁ FEITA FIHO. Te amo pra sempre !

Posted by Robert Lincoln Da Costa Areias on Saturday, November 30, 2019

Em nota o cirurgião Dr. George Adrson Butel, disse compreender e lamentou a dor do pai. “Nunca em toda a minha trajetória profissional, encontrei-me diante de situação tão atípica. Trabalho como médico artesão. Conserto corações que já nascem com defeitos (…) tenho que desafiar a criação Divina na tentativa de torná-los mais próximo do normal”. relatou.

 

HOSPITAL RIO AMAZONAS – ANTIGA UNIMED DA RUA BELÉM – HAPVIDA – EQUIPE MÉDICA QUE OPEROU MEU FILHO: Dr. LUÍS SARAIVA e…

Posted by Robert Lincoln Da Costa Areias on Saturday, November 30, 2019

 

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Hapvida que informou está dando todo o suporte e acolhimento para família desde quinta-feira, 28. Mas, o hospital não se pronunciou sobre detalhes do caso.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias