Temporários da saúde vão paralisar atividades na segunda-feira, dia 18

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

29 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Temporários da saúde vão paralisar atividades na segunda-feira, dia 18

Decisão saiu em votação na assembleia geral do sindicato da categoria, nesta quarta-feira, 13

Temporários da saúde vão paralisar atividades na segunda-feira, dia 18
Trabalhadores da saúde estão com salários atrasados há mais de cinco meses (Foto: Divulgação)

Trabalhadores temporários do setor de saúde vão fazer uma greve geral com início a partir de segunda-feira, 18, por tempo indeterminado. A decisão saiu nesta quarta-feira, 13, em assembleia geral por votação dos agentes da área de saúde que estavam presentes à reunião do do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde (SINDPRIV/AM). 

A paralisação inicia às 7h do dia 18 e vai suspender o efetivo de 70% dos serviços das unidades de saúde do Estado por tempo indeterminado. O motivo da paralisação seria pelo atraso de 5 meses do salários que deveriam ter sido pagos, mas até o hoje esse pagamento não caiu.

Após o prazo de espera legal que é de 72 horas, as seguintes categorias iram para os seus serviços: setor de enfermagem, maqueiros, manutenção, segurança, médicos, administrativos. Segundo o José Picanco – diretor do Sindpriv, os profissionais só voltarão a trabalhar quando houver o compromisso de pagamento dos salários atrasados.

O diretor informou que além dos 5 meses de salários atrasados tem os seguintes requerimentos: vale-transporte, vale-alimentação, recolhimento do FGTS e um cronograma de pagamento por parte da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) com datas de pagamento, para só assim os serviços voltaram à sua normalidade.

A  presidente do sindicato, Graciete Mouzinho, lamentou: “Quem vai sofre nisso tudo é a população”.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading