EUA aprovam novo teste de covid-19 por saliva que custará US$ 10 - Amazonas1
25 de janeiro de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

EUA aprovam novo teste de covid-19 por saliva que custará US$ 10

Desenvolvido pela Universidade de Yale, o teste promete ser menos invasivo e mais acessível do que os modelos já conhecidos

EUA aprovam novo teste de covid-19 por saliva que custará US$ 10
Reprodução: Divulgação

Um novo teste que detecta o coronavírus apenas com uma amostra de saliva do paciente foi aprovado pela agência americana de controle de drogas e alimentos, a FDA (Food and Drug Administration). Desenvolvido pela Universidade de Yale, o teste promete ser menos invasivo e mais acessível do que os modelos já conhecidos.

Ao contrário do exame sorológico, que exige uma amostra de sangue, ou do PCR, no qual o técnico insere um longo cotonete nas vias nasais do paciente, o método, batizado pelos pesquisadores de SalivaDirect, precisa apenas de um pouco de secreção da boca. Para cada amostra, o custo do teste, já no laboratório, deve ser de US$ 10 — ou R$ 54, na cotação desta semana.

Leia mais: Rússia começa produção de vacina contra a Covid-19

“Este é um grande passo para tornar os testes mais acessíveis”, disse em nota Chantal Vogels, pós-doutoranda em Yale, que liderou a pesquisa ao lado de Doug Brackney, professor clínico assistente adjunto.

Com a autorização da FDA, o teste fica imediatamente disponível para laboratórios de diagnóstico dos Estados Unidos (EUA) e, nas próximas semanas, até para outros países, de acordo com os pesquisadores. O teste foi desenvolvido como parte de um programa que testou jogadores e funcionários assintomáticos da liga de basquete americana, a NBA.

“Se alternativas baratas como o SalivaDirect puderem ser implementadas em todo o país, podemos finalmente controlar essa pandemia, mesmo antes de uma vacina”, disse Anne Wyllie, outra cientista que coordenou a pesquisa, em nota.

Ao longo da pandemia, a FDA já autorizou outros testes que têm saliva como base, mas nenhum tão barato quanto este. Em nota, a universidade explica que não pretende vender os testes, mas sim, abrir o código da pesquisa para que o método tenha amplo alcance.

 

 

 

(*) Com informações da CNN

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading