MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

‘No Limite’ divulga a divisão das tribos no retorno do reality

Com estreia marcada para o dia 11 de maio, o programa No Limite (Globo) vai dividir os 16 participantes em duas tribos: Carcará e Calango
• Publicado em 30 de abril de 2021 – 09:25
No limite
Foto reprodução Twitter André Marques

SÃO PAULO, SP – Com estreia marcada para o dia 11 de maio, o programa No Limite (Globo) vai dividir os 16 participantes em duas tribos: Carcará e Calango, cada uma em um acampamento. O primeiro desafio que as equipes vão encarar será a Prova de Privilégios, em que objetos que facilitam a vida do grupo poderão ser conquistados pelo time que ganhar a disputa. Entre os objetos estarão facas ou fósforos.

Todos os participantes são ex-BBBs e tiveram os nomes divulgados no último final de semana. O apresentador é André Marques e o prêmio para o vencedor é de R$ 500 mil. A Globo confirmou que a tradicional prova da comida está confirmada nesta edição.

Leia mais Gilberto e Fiuk seguem na disputa pela vaga na final do BBB21

O segundo desafio do jogo será a Prova da Imunidade, em que todo o grupo vencedor vai garantir a permanência no reality por mais uma semana.

Já a equipe perdedora seguirá para o Portal de Eliminação, onde cada um dos membros deverá escrever o seu voto em um pergaminho e depositá-lo em uma urna. Ao final de cada programa, o participante mais votado será eliminado.

No time do programa estão André (BBB13), Angélica (BBB15), Arcrebiano (BBB21), Ariadna (BBB11), Carol Peixinho (BBB19), Elana (BBB19), Gleici (BBB18), Gui Napolitano (BBB20), Iris Stefanelli (BBB7), Jéssica (BBB18), Kaysar (BBB18), Lucas Chumbo (BBB20), Mahmoud (BBB20), Marcelo Zulu (BBB4), Paula Amorim (BBB18) e Viegas (BBB18).

VERDADEIRA XEPA

A vencedora do primeiro No Limite, Elaine Cristina Castro de Melo, 55, afirmou que a Xepa do Big Brother Brasil nem se compara com a realidade do reality de resistência.

“Se preparem que o negócio não é fácil não. Eles reclamam da Xepa, não sabem o que é Xepa lá. Andar 25 km em dunas, ficar sem banho, sem escovar dentes, convivendo com pessoas que você nunca viu na vida”, diz Melo, que participou do Altas Horas na noite de sábado (24).

“Vão aparecer afinidades e não afinidades, parte mais conflitante da convivência. Somos seres humanos”, acrescentou a cabeleireira ao recordar alguns momentos da primeira edição, que foi exibida há duas décadas, em julho de 2000.

(*) Com informações da Folhapress

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap