Pacheco deixa o DEM e vai para o PSD pensando em disputar presidência da República

A cerimônia de filiação acontecerá na manhã da próxima quarta-feira (27), em Brasília
Publicado em 22/10/2021 19:53
‘Passou da hora de voltar ao diálogo’, diz Pacheco ao oficializar filiação ao PSD
Foto: Agência Senado

São Paulo, SP – O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), anunciou, nesta sexta-feira (22), sua filiação ao Partido Social Democrático (PSD) a convite do presidente do partido, Gilberto Kassab (PSD-SP), disse o senador em sua conta no Twitter.

Ao deixar o DEM, partido pelo qual foi eleito senador, Pacheco agradeceu ao presidente, ACM Neto. O DEM anunciou sua união ao PSL para a formação do novo partido, o União Brasil. “Meus votos de sucesso ao recém-criado União Brasil, na pessoa de seu presidente, deputado Luciano Bivar“, disse Pacheco em postagem.

A cerimônia de filiação acontecerá na manhã da próxima quarta-feira (27), em Brasília.

Segundo apuração da âncora da CNN Daniela Lima, a ida de Pacheco ao partido de Kassab seria um passo na expectativa do partido de que Pacheco seja candidato à presidência da República em 2022. O partido considera ainda atrair o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

(*) Com informações da CNN Brasil


Acompanhe em tempo real através das nossas redes sociais: facebook, instagram e twitter

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS