Criança de 10 anos é estuprada e morta no interior do AM

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

29 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Criança de 10 anos é estuprada e morta no interior do AM

Ela foi encontrada morta embaixo da cama do suspeito

Criança de 10 anos é estuprada e morta no interior do AM
Foto Ilustrativa

Um homem, identificado como Ronald Borges, 28, foi preso em flagrante por estuprar uma criança de 10 anos. O caso aconteceu na quinta-feira, 16, no município de Fonte Boa, interior do Amazonas, a 678 quilômetros de Manaus.

Segundo informações da polícia, o corpo da menina foi encontrado embaixo da cama do suspeito pela companheira dele. Ela costumava ir à casa do homem para ajudar a mulher a fazer bolos e biscoitos, para venderem na cidade.

Foto: Divulgação

Na tarde do crime, a vítima estava na cozinha da casa do suspeito. Segundo a polícia, ele teria oferecido R$ 40 à criança para ter relações sexuais, mas ela negou e tentou fugir. O homem, no entanto, aplicou um golpe chamado “Mata-Leão” nela, estuprou-a e em seguida, asfixiou-a com uma corda.

O corpo da menina foi deixado debaixo da cama, ainda conforme a polícia. Horas depois, a mulher de Ronald entrou no quarto e encontrou o corpo da criança. Na delegacia, a mulher explicou que sofreu ameaças do homem, que pedia para que ela não contasse aos familiares sobre o que tinha acontecido, mas ele fugiu após ela acionar a polícia.

Policiais militares realizaram buscas pelo local, e por volta das 21h30, o suspeito foi encontrado e levado para a delegacia do município. A polícia informou, ainda, que existia um mandado de prisão em aberto, em nome do homem, por estupro de vulnerável ocorrido de 2017.

Ronald Borges foi autuado por estupro de vulnerável seguido de morte e ocultação de cadáver. Ele está preso na delegacia do município, mas deve ser encaminhado para a capital, onde deve permanecer à disposição da Justiça.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading