Wilson Lima libera R$ 2,6 milhões para patrocinar programas da TV A Crítica

US - R$ 4,20

×

Wilson Lima libera R$ 2,6 milhões para patrocinar programas da TV A Crítica

Governo também vai patrocinar a Copa de Futsal da Rede Amazônia, em mais de R$ 1 milhão. Pagamentos foram publicados no Diário Oficial do Estado

Em pouco mais de duas semanas, o governador Wilson Lima (PSC) autorizou a publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) dos despachos de inexigibilidade de licitação autorizando o patrocínio no valor de R$ 963,8 mil para o programa “Peladão a Bordo” e mais R$ 1,6 milhão para o campeonato de futebol amador “Peladão”, ambos produtos das empresas da Rede Calderaro de Comunicação, do empresário Dissica Tomaz Calderaro. 

Em fevereiro o Amazonas1 já mostrou que Wilson Lima pagou às empresas do Grupo Calderaro do ex-patrão, mais de R$ 1 milhão para a transmissão na programação da TV dos spots e do desfile das escolas do Carnaval de Manaus.Veja abaixo os documentos.

O Governo do Amazonas também pagou mais R$ 320 mil para a TV A Crítica transmitir a banda de Carnaval Galo de Manaus. O curioso é que o Galo Manaus é uma banda particular, que cobrou ingressos variando de R$ 40 a R$ 60 para dar acesso à festa.

Patrocínio do Peladão

No patrocínio mais recente, assinado no último dia 3 de dezembro, o governo de Wilson Lima – por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (AmazonasTur) – pagará para a Empresa de Radiodifusão da Amazônia LTDA o valor de R$ 963.808,01 mil para “divulgação do destino Amazonas no Programa A Bordo – O Reality” pelo período de quinze dias.

Por dia, serão R$ 64,2 mil pagos à empresa que tem o empresário Dissica Tomaz Calderaro como sócio-administrador.

Outra publicação da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (SEC), de 26 de novembro, mostra que a empresa Editora Cultural da Amazônia LTDA-ME, também de Dissica Tomaz Calderaro, receberá mais R$ 2.613.393,01 milhões para a execução do campeonato de Peladas da TV A Crítica, o Peladão.

O documento afirma que não houve processo de licitação porque havia “inviabilidade de competição”, já que o “Peladão” é um produto criado exclusivo pela TV A Crítica.

Copa de Futsal

O Governo do Amazonas também irá patrocinar a Copa Rede Amazônica de Futsal com mais de R$ 1 milhão. A publicação no DOE com a contratação foi feita no último dia 5 de dezembro e justificada a falta de licitação pela “inviabilidade de competição”, já que a iniciativa é exclusiva da Rede Amazônica.

Sem explicações

Procurado pela reportagem do Amazonas1 para comentar os patrocínios, o governador Wilson Lima não respondeu às perguntas enviadas para a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom). A reportagem também buscou respostas na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), com a líder do governo, deputada Joana Darc (PL), mas também não houve respostas. 

 Abaixo as perguntas feitas para o governador Wilson Lima e que não foram respondidas:

  • Qual a motivação para o patrocínio de dois eventos na ordem de $2,6 milhões para uma empresa privada?
  • Qual o ganho social e econômico dos contribuintes do Amazonas com esses patrocínios a eventos de uma empresa privada?
  • O senhor não se sente impedido ou constrangido em patrocinar a empresa onde trabalhou como apresentador antes de eleito governador do Estado?

Abaixo a pergunta feita para a líder do governo na ALE-AM:

  • Qual o ganho do Amazonas com o gasto desses valores com patrocínio de empresa privada?

Carnaval 2019

Galo Manaus 2019

Spot Carnaval 2019

Faça um comentário