MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Por causa de furacão, filho de Trump não vai a Brasília e participa de evento via internet

Convenção conservadora promovida pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro ocorreu na manhã deste sábado
Da Redação – Portal AM1
• Publicado em 04 de setembro de 2021 – 13:16
Por causa de furacão, filho de Trump não vai à Brasília e participa de evento via internet
Foto: Reprodução

Brasília/DF – Donald Trump Jr., filho do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi impedido de ir a Brasília participar de uma convenção conservadora promovida pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro, por causa do furacão Ida, que atingiu várias partes da América do Norte nos últimos dias.

O evento ocorreu presencialmente no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, na capital, na manhã deste sábado (4). Donald Trump Jr participou de forma virtual se explicou para os participantes.

“Eu queria muito estar aí, mas não consegui, minha experiência de viagem não funcionou. Era para termos saído ontem [sexta] de manhã e, por causa dos problemas do furacão em Nova York, foi atrasado em 16 horas nosso voo. Mas embarcamos, chegamos a taxiar na pista, mas tiveram problemas elétricos na aeronave e passaram para as 4h da manhã o embarque. Chegaríamos ainda, mas, depois, houve novo adiamento e não daria mais tempo”, narrou Donald Trump Jr. via internet.

Leia mais: Rachadinha, corrupção e traição: ex-assessor acusa família Bolsonaro

Em sua fala, o filho de Trump valorizou os feitos do governo do pai, Donald Trumpo, criticou o sucessor democrata, Joe Biden e fez críticas à China e às grandes empresas de tecnologia.

“É demais o que as big techs têm feito para proteger os socialistas no mundo inteiro”, discursou.

“Nos EUA, se você dizer que o vírus chinês poderia ter se originado de um laboratório, você pode ser punido. É uma tirania”, disse Trump Jr., reforçando no Brasil discurso criado pela extrema-direita nos EUA e que tem ecoado no Brasil graças a figuras como o próprio Eduardo Bolsonaro e o pai, o presidente Jair Bolsonaro.

Trump Jr. também minimizou a gravidade do coronavírus, dizendo que a Covid-19 (sem citar o nome da doença) tem “99,997% de índice de sobrevivência”. “E quem disse que os 0,003% restantes não tinham condições pré-existentes?”, questionou, antes de criticar as medidas de distanciamento social impostas por governos ao redor do mundo. “Impediram crianças de ir à escola, e famílias de irem à igreja. Tomaram a liberdade. Por isso, é preciso estarmos atentos a quem vamos colocar no poder”, disse o filho de Trump, que também lembrou que o Brasil terá de fazer “uma escolha muito importante no ano que vem”, referindo-se às eleições.

“Não é uma luta justa, mas não desistam da liberdade de vocês. Temos de falar alto, não tem medo de enfrentar”, convocou Trump Jr., encaminhando-se para o fim do discurso, levantando a plateia. “Lutem pela liberdade, vocês só vão perdê-la se ficarem em seus sofás sem fazer nada”, completou.

(*) Com informações do Metrópoles

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap