Manaus, 13 de julho de 2024
×
Manaus, 13 de julho de 2024

Cidades

Região Norte tem mais possibilidade de ver chuva de meteoros em julho

Nos dias 30 e 31 de julho, a chuva de meteoros Alfa Capricornídeos atinge seu ápice.

Região Norte tem mais possibilidade de ver chuva de meteoros em julho

(Foto: Reprodução/Freepik)

Os amantes da astronomia terão a oportunidade de acompanhar diversos eventos marcantes no decorrer deste mês de julho. Entre os principais destaques está a chuva de meteoros Delta Aquáridas, visto por muitos como um dos mais importantes da temporada.

Entretanto, julho também é um mês especial tendo em vista que ele reserva a data de lançamento do Ariane 6. Além disso, por mais que ainda não tenha sido confirmado, é possível que os astronautas da Starliner consigam retornar à Terra após passarem por diversos adiamentos.

O primeiro evento astronômico que poderá ser observado acontecerá no dia 5 deste mês com o afélio. Isso ocorre quando a Terra está mais distante do Sol, coincidindo com o surgimento da lua nova às 19h59. Além disso, ainda na primeira dezena do mês haverá o lançamento do Ariane 6, no dia 9.

Eventos astronômicos de julho

5 de julho: Ocorre o afélio, momento em que a Terra se encontra no ponto mais distante do Sol durante o ano. No mesmo dia, a lua nova será visível às 19h59.

9 de julho: Está previsto o lançamento do Ariane 6, sucessor do Ariane 5, do Espaçoporto Europeu na Guiana Francesa.

13 de julho: A lua crescente surgirá às 19h49.

15 de julho: Antes do amanhecer, na direção leste, haverá uma conjunção entre Marte e Urano na constelação de Touro.

21 de julho: A Lua Cheia de julho, conhecida como “Lua dos Cervos”, ocorrerá às 07h29. Este nome se deve ao crescimento dos chifres dos cervos machos, que se encontram em plena regeneração durante este período.

27 de julho: A lua minguante aparecerá às 23h54.

30 e 31 de julho: A chuva de meteoros Alfa Capricornídeos atinge seu ápice. Assim, é conhecida por sua lentidão e baixa frequência de meteoros.

31 de julho: A chuva de meteoros Delta Aquáridas alcança seu pico. Este evento astronômico resulta de cometas que liberam partículas de gelo e gases congelados em direção à Terra ao se aproximarem do Sol. Dessa forma, ao entrarem na atmosfera terrestre, essas partículas queimam e criam o espetáculo visual de aproximadamente 25 meteoros por hora.

Fique de olho nesses também

Starliner: A nave da Boeing, após múltiplos adiamentos, ainda tem retorno previsto para julho. Assim, os astronautas esperam retornar após uma jornada estendida no espaço.

(*) Com informações do Mundo Conectado

LEIA MAIS: