MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Rio Negro subiu 7,13 m nos primeiros meses do ano

• Publicado em 16 de março de 2017 – 14:12
Foto: Divulgação

Desde o início de 2017, o nível do Rio Negro subiu 7,13 metros e atingiu a cota de 26,34 metros nesta quarta-feira (15) em Manaus. Há possibilidade de uma grande cheia neste ano influenciada pelo alto volume de chuvas, segundo o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Na comparação com a mesma data em 2016, o nível do rio era de 21,73 metros.

Em janeiro, o Negro subiu 4,74 m. A mínima foi de 19,44 m. Já a cota máxima foi de 23,95 m. No mês seguinte, o rio alcançou a máxima de 25,63 e mínima de 24,04 m.  

Segundo o superintendente do CPRM, Marco Antônio Oliveira, o aumento no volume das chuvas influenciou a cheia dos rios amazônicos. O fenômeno meteorológico conhecido como “La Niña” aumentou a quantidade de chuvas na região.

“Isso se deve às chuvas que atingiram a Cordilheiras [dos Andes] e também a Amazônia, pois choveu bastante em dezembro e janeiro, acima da média, e fez com que o nível dos rios subisse rapidamente. Outro fator foi a vazante do rio, que estava contido dentro da calha. Na medida que o rio começa a receber a água da chuva, ele sobe mais rápido, cerca de 15 cm por dia”, disse o superintendente.

Oliveira ressalta que o ritmo de subida permanece contínuo. “Ele vai continuar subindo até, no máximo, o fim de junho, mas, se a gente considerar as grandes cheias, o Rio Negro está com uma cota bastante elevada”, comentou.

O superintendente afirma ainda que a estimativa da enchente no Rio Negro deve ser calculada no fim de março. Ele também não descartou a possibilidade de uma cheia acima da média.

 

Fonte: G1Amazonas

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap