Manaus, 24 de fevereiro de 2024
×
Manaus, 24 de fevereiro de 2024

Cenário

Senadores discursaram 159 vezes em 2023; Plínio foi o que mais se pronunciou

Dos três senadores, o que teve o menor número de pronunciamentos no ano passado foi o senador Omar Aziz, com um total de 42 discursos.

Senadores discursaram 159 vezes em 2023; Plínio foi o que mais se pronunciou

Eduardo Braga, Omar Aziz e Plínio Valério (Foto: Roque de Sá/Jefferson Rudy/Waldemir Barreto)

Brasília (DF) – Os três senadores amazonenses, Eduardo Braga (MDB); Omar Aziz (PSD) e Plínio Valério (PSDB) se pronunciaram 159 vezes em plenário durante todo o ano de 2023. Dentre eles, o único que não se pronunciou no mês de dezembro foi o senador emedebista e o que mais fez discursos durante o ano passado foi Plínio Valério.

A Casa Legislativa realizou seis sessões ‘deliberativas’, ou seja, reuniões em que havia pauta ou a ‘Ordem do Dia’ para discussão e votação de preposições e demais matérias legislativas.

Além das sessões deliberativas, a Casa Legislativa realizou quatro sessões não deliberativas, quatro especiais e uma sessão para debates temáticos no mês de dezembro.

De acordo com as informações consultadas pelo Portal AM1 no site do Senado, as reuniões ordinárias aconteceram nos dias 5, 6, 12, 13, 19 e 20, essas duas últimas foram sessões extraordinárias.

Na sessão do dia 5, os parlamentares votaram projetos de resolução, requerimentos e outras matérias importantes e o presidente da Casa, senador Rodrigo Pacheco (PSD) convocou outra sessão deliberativa no dia seguinte, em que novamente os senadores votaram diversas matérias legislativas, assim como nos outros dias.

As informações podem ser consultadas em ‘Atividade Legislativa’ – ‘Pronunciamentos’ e também em ‘Atividade Legislativa’ – ‘Sessão Plenária’, escolhendo a data da sessão e em seguida em ‘Notas Taquigráficas’ e também em ‘Oradores’.

Os dados foram consultados pela reportagem nos dias 15, 16 e 19 de janeiro. Os dados são referentes ao período do dia 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2023.

Menor quantidade

Dos três senadores, o que teve o menor número de pronunciamentos durante o ano de 2023 foi o senador Omar Aziz, com um total de 42 discursos.

O primeiro discurso de Omar foi registrado em maio, quando ele se pronunciou 12 vezes, nos dias 9 e 10. No dia 16, o parlamentar se pronunciou seis vezes; dia 17, 23, 24 e 25 ele também discursou uma vez cada.

Em junho, o senador falou oito vezes em plenário no dia 1º, e sete vezes diferentes no dia 21. No mês de julho, ele discursou nos dias 5 e 12; em agosto ele se pronunciou nos dias 2 e 15; no dia 29 duas vezes e no dia 30, uma.

No mês de setembro, Aziz discursou duas vezes no dia 19, uma no dia 20, mais uma no dia 26 e duas vezes no dia 27. Em outubro, o político discursou em quatro ocasiões, todas registradas no dia 24; em novembro se pronunciou dia 1º e duas vezes no dia 8.

Já no mês de dezembro, o politico fez dois discursos, um no dia 6 e o outro no dia 12.

Segundo que menos discursou 

O senador Eduardo Braga se pronunciou em plenário 53 vezes. Nos meses de fevereiro e março não há registros de discurso do parlamentar.

No mês de março falou por quatro vezes no plenário, nos dias 14 por duas vezes e dia 23 por mais duas vezes; em abril, o parlamentar discursou apenas uma vez.

Em maio, Eduardo discursou cinco vezes, duas no dia 9 e as outras no dia 10, 17 e 23. No mês seguinte, ele falou dez vezes no Plenário do Senado, sendo uma no dia 1º, duas no dia 13, uma vez no dia 20 e seis vezes no dia 21.

No mês de julho, o senador falou oito vezes, duas no dia 4, cinco vezes em diferentes momentos do dia 5 e uma vez no dia 11; em agosto discursou cinco vezes, sendo nos dias 2, 10, 24 e duas vezes dia 29.

Já em outubro, o senador não fez pronunciamentos e em novembro discursou três vezes no dia 7 e 14 vezes no dia 8, totalizando 17 discursos no penúltimo mês do ano.

Os outros discursos que aparecem como sendo do dia 8 de novembro, são os mesmos já informados nas páginas anteriores. Em dezembro Braga não discursou.

Com mais discursos

O senador Plínio Valério foi o que mais fez pronunciamentos, entre os senadores amazonenses, 64 discursos no total.

Segundo os dados do Senado, ele fez o primeiro discurso em março quando se pronunciou seis vezes, sendo nos dias 21, 22, duas vezes no dia 23, outro no dia 28 e mais outro no dia 29; em abril Valério discursou a mesma quantidade do mês anterior, sendo nos dias 11, 12, 18, 19, 25 e 26.

Em maio, o político se pronunciou 11 vezes em plenário, pronunciamentos registrados no dia 2 (três vezes), dia 3, 9, 10, 16, 17, 24, 30 e 31; em junho o senador falou quatro vezes, sendo nos dias 13, 20 e duas vezes no dia seguinte.

No mês de julho ele se pronunciou no dia 4, três vezes no dia 5 e uma vez dia 11; em agosto ele discursou em dez ocasiões, que foram nos dias 1º, 2, 15, 16, 22 (duas vezes), 23, 29 e 30 por duas vezes.

O parlamentar discursou nove vezes em setembro, sendo nos dias 5, 12, 13, 19, 20, dia 26 falou duas vezes e dia 27 mais duas vezes; em outubro Plínio fez sete pronunciamentos registrados nos dias 3, 4, 10, 17, 18, 24 e 25; e em novembro discursou somente duas vezes, sendo que as duas falas foram registradas no dia 8.

No último mês do ano, o parlamentar fez quatro pronunciamentos, sendo nos dias 5, 6, 12 e 13.

Juntos, os senadores do Amazonas falaram 159 vezes durante todo o ano de trabalho de 2023.

Outro lado

A reportagem do Portal AM1 questionou o senador Eduardo Braga o motivo de não ter feito pronunciamentos em dezembro, mas o senador não respondeu. O espaço está aberto para futuros esclarecimentos.

Matéria atualizada às 17h do dia 19 de janeiro de 2024 para corrigir as informações sobre os pronunciamentos do senador Plínio Valério e Omar Aziz.

LEIA MAIS: