Manaus, 16 de julho de 2024
×
Manaus, 16 de julho de 2024

Esportes

Uruguai vence Panamá na estreia do Grupo C da Copa América

Apesar da vantagem, o Uruguai não parou de atacar.

Uruguai vence Panamá na estreia do Grupo C da Copa América

Estreia do Uruguai na Copa América (Foto: Reprodução Instagram Uruguai)

Internacional – Uruguai e Estados Unidos confirmaram o favoritismo e estrearam com vitória, neste domingo, no Grupo C da Copa América. Os uruguaios derrotaram o Panamá, por 3 a 1, enquanto os norte-americanos superaram a Bolívia por 2 a 0.

A próxima rodada da chave será disputada na quinta-feira. Panamá e Estados Unidos se enfrentam, em Atlanta, às 19 horas (de Brasília), enquanto Uruguai e Bolívia jogam em Nova Jersey, às 22 horas

O esperado domínio do Uruguai na partida pôde ser confirmado desde os primeiros minutos. Arrascaeta levou perigo à meta de Mosquera no primeiro minuto. Mas o inesperado foi a valentia apresentada pelo limitado selecionado panamenho. Carrasquilla, aos dez, obrigou Rochet a fazer a primeira defesa da partida.

O lance serviu de alerta para os uruguaios, que passaram a trocar mais rapidamente a bola, buscando de forma ininterrupta o ataque. Desta forma, o gol não demorou a sair. E foi um golaço. Maxi Araújo recebeu a bola na ponta da área pelo lado esquerdo. O chute foi forte e no ângulo superior esquerdo de Mosquera, que não chegou na bola: 1 a 0.

Em vantagem

Apesar da vantagem, o Uruguai não parou de atacar. Arrascaeta e Darwin Nuñez só não marcaram porque pararam na bela atuação de Mosquera. Aos 38, o Panamá voltou a se aventurar no ataque. Após bela troca de passes, Fajardo por pouco não empatou.

Antes do primeiro minuto do segundo tempo, Darwin Nuñez subiu sozinho quase na pequena área do Panamá, mas cabeceou para fora. A impressão é de que o Uruguai achou que o Panamá estivesse ‘morto’ e diminuiu o ritmo. Errado! Em menos de dez minutos, Fajardo, Miller e Rodriguez por pouco não empataram a partida.

O gasto extra de energia parece ter extenuado o Panamá, que deu espaços para o Uruguai tocar a bola e reassumir o controle da partida. Aos 39, os uruguaios fizeram o segundo gol. Darwin Nuñez finalmente deixou sua marca, ao acertar um belo chute. Viña, aos 45, fez o terceiro, após receber passe de De La Cruz.

E o Panamá conseguiu seu gol aos 48, com o lateral-direito Amir Murillo. Um bonito gol para uma seleção que superou suas limitações e fez uma apresentação acima do esperado.

Anfitriões vencem

Liderados pelo habilidoso meia Pulisic, os Estados Unidos estrearam com vitória na Copa América, ao vencerem, neste domingo, a fraca Bolívia por 2 a 0, em Dallas. O placar poderia ter sido muito maior a favor dos norte-americanos não fosse a grande atuação do goleiro Viscarra, autor de pelos menos cinco boas defesas.

Os dois gols saíram na primeira etapa. Logo aos dois minutos, Pulisic acertou um belo chute em curva para abrir o placar. Após criar e perder boas oportunidades, os EUA ampliaram a vantagem aos 43 minutos, com Balogun, em chute cruzado e colocado, após assistência de Pulisic.

No segundo tempo, os Estados Unidos voltaram relaxados, permitindo á Bolívia espaços para arriscar chutes na média distância. Na parte final, os americanos voltaram a forçar o ritmo, mas pararam na boa atuação do goleiro boliviano.

(*) Com informações do Estadão Conteúdo