MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

A gestão pública por trás da cortina de ferro

• Publicado em 20 de abril de 2017 – 18:49

Muito se ouve falar sobre algo que relembra tempos de uma Alemanha dividida, mas que desta vez parece que pode ser o início de uma guerra “nada” fria.

Em meio a rumores de uma terceira guerra mundial alguns aproveitam o momento para espionar aquilo que interessa diretamente.

No interior de São Paulo, estudantes criaram um aplicativo que mostra gastos em obras públicas em Ribeirão Preto, no interior de SP.

Se trata de uma página na internet com um mapa de todas obras públicas da cidade. É só acessar as informações do contrato: valor, dados da construtora, gráfico de quanto já foi feito, dinheiro pago e o prazo de entrega.

Esse tipo de ferramenta é interessante para difundir a transparência das contas públicas que, apesar de ser um direito de todos ter acesso às informações sobre a gestão, não significa que é de fácil acesso.

Isso abre possibilidades para, quem sabe, os estudantes manauaras também tenham interesse em saber mais sobre como o dinheiro dos contribuintes está sendo aplicado no município.

Quem sabe também fosse um meio de entender algumas questões que geram dúvidas, por exemplo sobre como os recursos emprestados do Banco Mundial foram aplicados, ou talvez sobrou alguma coisa? Esses recursos chegaram mesmo através do Banco do Brasil? Foram operacionalizados pelo BB? E a Caixa Econômica, onde entra nessa história? Porque não Banco da Amazônia? Porque justamente em vésperas de eleições esse recurso que era pleiteado desde 2004 foi liberado? E as operações de recuperação de asfalto em épocas de campanha, como ficaram? E AINDA ALGUÉM JÁ PRESTOU ATENÇÃO NO NÍVEL SALARIAL DA SEMEF?

Pois é, muitas dúvidas existem mas agora aproveitam para se esconder atrás de porta aviões Russos e Americanos.

*Ticiano Proietti é formado em Administração de Empresas pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), em São Paulo; é pós-graduado em Gestão de Projetos e Especialista em Cessão de Crédito e Finanças; atuou como secretário executivo do Fundo de Fomento à Micro e Pequena Empresa do Município de Manaus; hoje, é consultor empresarial.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap