Cápsulas Vanessa serão usadas no tratamento de pacientes em Eirunepé
A + A -

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

4 de junho de 2020
Site auditado pelo

Redes Sociais

[email protected]

Cápsulas Vanessa serão usadas no tratamento de pacientes em Eirunepé

A rede de saúde da cidade conta com 20 equipamentos, fruto da parceria da prefeitura com as duas empresas idealizadoras do projeto

Cápsulas Vanessa serão usadas no tratamento de pacientes em Eirunepé
Foto: divulgação

A partir de agora, os pacientes de Eirunepé, identificados com Covid-19, passam a ser tratados com o apoio das ‘Cápsula Vanessa’, sistema que diminui a necessidade de intubação precoce, desenvolvida pelo Instituto Transire e Grupo Samel.

Os itens foram entregues e já postos para funcionar na ala exclusiva para tratamento da doença no Hospital Regional do município.

A rede de saúde da cidade conta com 20 equipamentos, fruto da parceria da prefeitura com as duas empresas idealizadoras do projeto.

O prefeito Raylan Barroso chegou nesta quarta-feira, 20, ao município, acompanhado pelo diretor-presidente e o vice-presidente da Samel, Beto Nicolau e Ricardo Nicolau, respectivamente, o vice-presidente da Transire, Clemilton Gomes.

Depois de algumas visitas e paradas em espaços de saúde do município, a equipe técnica da Samel e Transire apresentou aos profissionais do hospital de Eirunepé e de algumas cidades vizinhas, o protocolo médico e o método de tratamento não invasivo da cápsula.

“Quero agradecer as duas empresas e ao prefeito de Manaus, Arthur Neto, por ter cedido a equipe médica”, disse o prefeito Raylan Barroso.

“Agradeço ao deputado Ricardo Nicolau, para que nos instruíssem no uso destes equipamentos que têm ajudado a salvar tantas vidas”, completou o prefeito.

Vanessa

A cápsula funciona como um envoltório para ventilação não invasiva e é produzida em uma armação leve e resistente formada por canos de PVC, podendo ser manuseada e higienizada facilmente.

Ela é revestida por uma película de vinil transparente para uma melhor visualização do paciente e para auxiliar na contenção do contágio.

“Se utilizada logo no momento da internação, a cápsula pode evitar a evolução do quadro para intubação endotraqueal e reduzir o tempo de internação, em média, de 21 para 4,9 dias”, explicou Beto Nicolau, diretor da rede Samel.

O deputado Ricardo Nicolau, que pediu afastamento da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), para se dedicar ao combate do coronavírus destacou que toda assistência prestada aos municípios é necessária para vencer a doença.

“Vamos juntos trabalhar de forma totalmente gratuita para salvar vidas”.

Mais itens

Além das cápsulas, o hospital e as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município já receberam diversos equipamentos.

camas hospitalares,

macas

aparelhos de infusão

suporte para coleta de sangue

armários, vitrine, suporte para soro

biombos, cadeiras para consultórios

colchões com capa em napa

carros para curativo

Todos adquiridos com recursos próprios da prefeitura, que já vem reforçando os investimentos na saúde desde antes da pandemia.

(*) Com informações da assessoria

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias