US - R$ 3,93

×

Debaixo de chuva, professores protestam contra Wilson Lima

Os servidores estão reivindicando 15% do reajuste salarial, auxílio localidade que está congelado há 30 anos, entre outras pautas


Mesmo com o forte temporal desta segunda-feira(15), os professores foram à luta pelas suas reivindicações e realizaram uma passeata no Centro de Manaus. A estimativa, do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas(Sinteam), é que pelo menos mil servidores da educação tenham participado do protesto.

A manifestação iniciou por volta das 09h, com uma caminhada da Praça da Polícia até a Praça da Matriz. O movimento marca o início da greve geral, no Amazonas.

Leia também: Wilson Lima consegue derrubar greve dos professores na justiça

Os servidores estão reivindicando 15% do reajuste salarial, auxílio localidade que está congelado há 30 anos, entre outras pautas. O governo ofereceu apenas 3,93% a categoria.

Categoria pede respeito

O desembargador Elci Simões de Oliveira acatou, no domingo(14), o pedido do Governo e determinou a suspensão do indicativo de greve.

Até o momento, o Sinteam não foi notificado da decisão e a greve geral continua por tempo indeterminado. Para os professores, a luta não é só mais pelo reajuste, mas para que o Governo respeite a categoria. Veja nota do sindicato:

Faça um comentário