Embarcações cancelam viagens após decreto de Wilson Lima
26 de janeiro de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Embarcações cancelam viagens após o decreto do governador

Barcos com destino a diversos municípios aguardam as determinações da Arsepam. Apenas o transporte de carga segue normalmente

Embarcações cancelam viagens após o decreto do governador
(Foto: Márcio Silva/ Amazonas1)

As bilheterias do Roadway do Porto de Manaus, no Centro da cidade, pararam as vendas na manhã desta sexta-feira, 20, após o decreto do governador Wilson Lima limitar por 15 dias o transporte fluvial de passageiros.

Embarcações com destino a diversos municípios aguardam determinações da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos e Delegados do Amazonas (Arsepam).

Apenas o transporte de carga segue normalmente.

A informação foi confirmada pela Administração Portuária.

Alguns passageiros que tentavam voltar para o interior e já haviam comprado passagens obtiveram o dinheiro devolvido, como o aposentado Valdenei Araújo, 64, que  mora em Coari e comprou uma passagem no barco “Estrela de Davi”.

Leia também:

No interior, 24 municípios do AM decretam ‘Situação de Emergência’

“Vim de Coari pra resolver uns problemas, mas tá tudo interditado. Só tem um barco que vai a noite, tô ilhado sem poder viajar”, disse o coariense.

Já na Manaus Moderna, algumas embarcações continuam operando normalmente, no entanto, algumas agências de viagem aguardam a determinação da Arsepam. 

Rocilene da Silva, que é vendedora de passagens da “Lancha Agatha Fernanda”, afirmou que a viagem do dia foi suspensa.

“Durante a manhã, alguns clientes que compraram com antecedência, ligaram e a gente tá devolvendo o dinheiro”, disse.

O decreto foi mais uma medida do governador Wilson Lima para conter a proliferação do novo coronavírus. Três casos já foram confirmados em Manaus.

Veja o decreto:

 

Embarcações cancelam viagens após decreto de Wilson Lima

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading