US - R$ 4,17

×

Festival de Parintins injetou R$ 426 milhões na economia e atraiu 700 mil turistas

De 2005 a 2018, segundo levantamento realizado pela Amazonastur

O Festival Folclórico de Parintins, maior manifestação cultural do Amazonas, injetou na economia parintinense aproximadamente R$ 426 milhões entre os anos de 2005 e 2018. Durante este período, a festa popular promovida pelos bois Caprichoso e Garantido foi responsável por atrair 691.918 turistas, pelas vias aéreas e fluviais, à Ilha Tupinambarana (a 369 quilômetros de Manaus), conforme levantamento do Departamento de Estatística da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur).

Bumbódromo de Parintins (Divulgação)

De acordo com os dados da Amazonastur, 2018 foi o ano em que Parintins recebeu o maior volume de turistas: 60 mil visitantes. Já em 2016, com a alta recessão econômica que afligiu o país, foi contabilizada a maior queda em quantidade de turistas, quando cerca de 23,5 mil brincantes foram à ilha.

No levantamento, também foi detectado que o festival de 2012 foi responsável por injetar na economia parintinense cerca de R$ 46,5 milhões, sendo o ano de maior rentabilidade entre o período de 2005 e 2018. Assim como o de menor público, o festival folclórico de 2016 também registrou a menor movimentação financeira do período, com aproximadamente R$ 19 milhões.

Para chegar a estes valores totais, o levantamento analisou os gastos médios por visitante durante o período de festa. Dentro desta perspectiva, foi possível observar que, no ano de 2015, o turista estava mais disposto efetuar compras, o que totalizou num gasto de R$ 184,68/dia. Já entre 2010 e 2018, o brincante gastou em torno de R$ 157,60. E, no ano passado, foi registrado um valor de R$ 130,75 de gasto médio.

Turistas – Conforme a Amazonastur, os amazonenses são os que mais prestigiam a festa popular parintinense, com a média de 63,14%, entre os anos de 2010 e 2018. O estado do Pará é o segundo colocado, com o percentual de 17,39%, e São Paulo o terceiro, com 4,19%. O Rio de Janeiro, estado das escolas de samba, vem em quarto lugar com a média de 2,89%.

Manaus é a cidade que mais emite turistas para Parintins, com média de 48,30% entre os anos de 2010 e 2018. A capital amazonense é seguida do município de Santarém (PA), que obteve a média de 6,16%. Em terceiro lugar, destaca-se a cidade de Itacoatiara, seguida do município de Oriximiná.

Perfil – A partir dos itens avaliados na pesquisa realizada pela Amazonastur, foi constado ainda que, no período de 2010 a 2018, os homens foram os que mais desembarcaram em Parintins, com a marca de 53,58%. Os visitantes solteiros ficaram com o maior percentual alcançado, de 54,80%; seguidos dos casados, com 36,42%; e divorciados/separados, no total de 6,89%. Já os viúvos também aproveitam a festa dos bois sinalizando o público de 1,89%.

(*) Com informações da Assessoria

Faça um comentário