Em ano eleitoral, orçamento de Rio Preto da Eva sobe para R$ 67 milhões

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

4 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Em ano eleitoral, orçamento de Rio Preto da Eva aumenta para R$ 67 milhões

O valor é 6,34% maior do que foi gasto na receita anual de 2019, cujo valor foi de R$ 63 milhões

Em ano eleitoral, orçamento de Rio Preto da Eva aumenta para R$ 67 milhões
Prefeitura de Rio Preto da Eva (Arquivo: Amazonas1)

Em ano eleitoral, no qual o prefeito Anderson Souza (Pros) já confirmou que vai se candidatar para tentar uma reeleição, o município de Rio Preto da Eva, a 80 quilômetros de Manaus, tem um orçamento de R$ 67 milhões.

O valor é 6,34% maior do que foi gasto na receita anual de 2019, cujo montante foi de R$ 63 milhões. As informações foram divulgadas pelo prefeito, em entrevista exclusiva ao Amazonas1.

Mesmo com a dívida acumulada de gestões anteriores que chegou a ultrapassar o valor de R$ 160 milhões, segundo criticas do chefe do executivo, ele diz estar conseguindo manter os pagamentos dos funcionários em dia. 

Prefeito Anderson Souza (Márcio Silva/Amazonas1)

“Deixaram um passivo de dívidas trabalhistas, de INSS, de PIS/Pasep, precatórios de diversos de empresas. Então nós temos um passivo muito grande para uma dívida pequena. Mas nós estamos reconstruindo a cidade graças ao apoio dos deputados federais, senadores”, relatou o prefeito Anderson Souza.

Saúde

O prefeito disse, ainda, que reestruturou a saúde pública do município de Rio Preto da Eva, construindo e concluindo todas as unidades básicas (UBS) que estavam pendentes de serem finalizadas. 

“Você vai em nossas unidades de saúde e é diferente de qualquer lugar. Nunca falta medicamento, não tem problema de material odontológico, nossa odontologia é perfeita. Nós temos todas as equipes de médicos que funcionam, temos hospedagem, uma estrutura muito grande na área médica”, comentou.

Educação

Sobre a educação, Anderson Souza enfatizou o crescimento do município no Índice de desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que em 2017, devido aos estudantes de Ensino Infantil e Fundamental, superou metas estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

“Quando nós assumimos éramos o 52º município e hoje nós já somos o 5º. Vamos ver ainda a avaliação de 2019, mas eu tenho certeza que o Rio Preto vai ficar entre os dois primeiros”, destacou.

Segundo Souza, o motivo pelo alcance educacional envolve os feitos da prefeitura ao longo dos anos, como a qualidade da merenda escolar, a regionalização da alimentação, o não atraso no pagamento do transporte escolar.

“Não tem um transportador que vá cobrar salário da prefeitura. O Estado parou três meses de greve, mas o município continuou com a rede municipal funcionando”, enfatizou.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias