US - R$ 4,13

×

Wilson Lima é vaiado ao chegar em desfile que reuniu 15 mil alunos

Solenidade cívica teve início no final da tarde desta quinta-feira, 5, no Centro de Convenções do Amazonas

Desfile escolar reuniu 15 mil alunos das diversas escolas públicas do Estado (Foto: Thaise Rocha/Amazonas1)

Mesmo debaixo de chuva, aproximadamente 15 mil alunos de escolas públicas do Amazonas realizaram, nesta quinta-feira, o tradicional desfile escolar de 5 setembro, data em que se comemora a elevação do Amazonas à categoria de província.

Além dos estudantes, representantes de entidades como Abrigo Moacyr Alves, Federação/Apae – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, Legião da Boa Vontade (LBV), Banda Fanfarra do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) e Orquestra de Repertório Popular do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro também participaram do evento.

A abertura do evento contou com a execução do hino nacional e hino do Amazonas pela Orquestra de Repertório Popular do Liceu Claudio Santoro.

Orquestra do Liceu Claudio Santoro, na abertura do desfile escolar (Foto: Thaise Rocha/Amazonas1)

Embora o evento seja em comemoração à Semana da Pátria e elevação do Estado à categoria de província, poucas autoridades presentes souberam cantar o hino.

Estavam no palanque, o secretário de Segurança Púbica, coronel Louismar Bonates; o secretário de Educação em exercício, Luís Fabian; o Delegado-Geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos; o Comandante-Geral da PM, coronel Ayrton Norte, entre outros.

 

Foto: Thaise Rocha/Amazonas1

O desfile foi aberto com a Escola Estadual Emanoel Marçal de Araújo, voltada para crianças com deficiências múltiplas. Já o encerramento, ficou a cargo do 8º Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM8) Pedro Câmara.

‘Hoje sou o alvo’

O governador Wilson Lima (PSC) prestigiou o desfile e foi vaiado ao chegar no Sambódromo. Assim que desceu do veículo, o público presente se uniu em coro vaiando o gestor do executivo estadual.

Em determinado momento, a banda da Polícia Militar chegou a tocar, no que pareceu, uma tentativa para abafar os gritos de desaprovação do público.

Ao falar com a imprensa, Lima comentou sobre as vaias e disse que considera normal devido às decisões “impopulares” tomadas na sua gestão.

“Enquanto governador, nós temos que tomar decisões duras e eu vou tomar essas decisões para poder resguardar os recursos públicos e aplicá-los de forma correta. Isso (vaias) faz parte de um processo democrático, faz parte da democracia. Eu por muitas vezes estive do outro lado criticando, hoje eu sou alvo e esse um processo muito natural”, declarou.

Ainda segundo o governador, o avanço do Amazonas é prioridade e pretende entregar um ‘Estado melhor’. “O Estado está avançando e eu tenho certeza que vamos entregá-lo melhor. Governar é isso, é você ter coragem de tomar decisões, na sua maioria impopulares. E as decisões que estamos tomando são impopulares, mas necessárias. E essa vai ser minha postura, vou trabalhar com muita responsabilidade, para resguardar a saúde financeira do Amazonas”, finalizou.

Faça um comentário