MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Arthur Neto assume a presidência do PSDB no Amazonas

Nome cotado para as eleições ao Governo ou ao Senado, tucano afirma que o partido precisa se renovar ou será coadjuvante
• Publicado em 05 de maio de 2021 – 13:34
Foto: Divulgação

MANAUS, AM – O ex-prefeito de Manaus e ex-senador  Arthur Neto assumiu nesta quarta-feira (5) a presidência estadual do PSDB. Arthur Neto está em Brasília  Cotado para ser o candidato do partido ao governo do Amazonas, mas autodeclarado pré-candidato a presidente do Brasil, Arthur afirma que o partido precisa voltar a crescer. Além de perder o comando de governos e prefeituras, a derrotas na campanha presidenciais mostraram que os tucanos perderam território nos últimos anos.

“Assumo a designação do meu partido com muita honra e com o compromisso de fazer o melhor para que ele volte a crescer”, afirma Virgílio. “Temos pela frente um grande desafio que é resgatar a identidade da social democracia para as eleições, para a vida, para a militância futura, modernizando a velha social democracia”, diz o novo presidente do diretório regional do PSDB.

Leia mais: Arthur Neto ataca Bolsonaro nas redes socias: ‘O que fez, além do negacionismo?’

Nos últimos anos o partido se dividiu entre lideranças nacionais, casos de Aécio Neves e João Dória, e nem mesmo a liderança de Fernando Henrique Cardoso foi capaz de unificar a pauta.  De acordo com o novo dirigente partidário, a velha social democracia está ultrapassada e é necessário que ela se reinvente para que o partido possa assumir protagonismo nas políticas partidária, social e econômica do país.

“O que se definia como social democracia está ultrapassado. Mas, não concordo em mudar o nome nem tirar o ‘P’ para escamotear a realidade. Devemos manter o nome do partido e precisamos de readequações, com mais liberdade econômica, compromisso com as reformas, se firmando como partido de oposição e não se conformar com alianças por cargos. As discussões têm que ser feitas em torno de um programa e essa opinião eu vou levar aos meus companheiros do diretório nacional”, afirma Arthur, que tem seu nome colocado para avaliação nas prévias partidárias para uma possível candidatura à presidência da República.

Um dos fundadores do PSDB, Arthur reafirma que não vai deixar o partido e que tem muita esperança no futuro partidário. “Nós vamos plantar boas sementes e, mais hora menos hora, vamos colher as sementes em forma de fruto de prosperidade e estabilidade para o nosso povo”, finaliza.

 

 

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap