Atirador que matou seis pessoas nos EUA se disfarçou de mulher para enganar polícia

O suposto atirador postou vídeos de música online que ele aparentemente fez, com letras sinistras e cenas animadas de violência armada.
DA REDAÇÃO – PORTAL AM1
Publicado em 05/07/2022 16:28
Foto: Divulgação/Prefeitura de Highland Park

O atirador acusado de matar ao menos seis pessoas e ferir mais de duas dezenas durante um desfile pelo aniversário da Independência dos EUA, na última segunda-feira (4/7), se disfarçou para fugir. Ele se vestiu com roupas femininas após o ataque, mas foi preso em Highland Park, Illinois, perto de Chicago.

Ele foi identificado pela polícia como sendo Robert E. Crimo III, 22 anos, é um rapper conhecido na região de Chicago que o descreve como “estranho e deprimido”.

Leia mais: Novo ataque: Atirador mata três pessoas nos EUA

A polícia acredita que o Robert abriu fogo pouco depois das 10h, horário central, do telhado de uma empresa perto da rota do desfile. A arma era um “rifle de alta potência” e o ataque parecia ser “aleatório” e “intencional”, disse Christopher Covelli, porta-voz da Força-Tarefa de Crimes Graves do Condado de Lake.

O suposto atirador postou vídeos de música online que ele aparentemente fez, com letras sinistras e cenas animadas de violência armada.

Crimo foi preso por volta das 20h (horário local) ainda no estado de Illionois, onde aconteceu o tiroteio, mas em outra cidade. Ele dirigia um carro que o FBI (Polícia Federal local) já buscava. Ele tentou fugir ao ser abordado, mas foi capturado após minutos depois.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS