MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Bolsonaro defende Constituição: ‘Quem não respeitar ficará fora da vida pública’

Em conversa com apoiadores, Bolsonaro também criticou as pessoas que tem trabalhado para acabar com a liberdade dos brasileiros
Beatriz Araújo – Portal Amazonas1
• Publicado em 07 de setembro de 2021 – 09:48
Foto: Marcos Corrêa/PR

BRASÍLIA, DF – Em conversa com apoiadores, o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) reafirmou o discurso contra as pessoas com quem vem tendo conflito nos últimos meses, mesmo garantindo ser um porta-voz do povo. Bolsonaro afirmou que quem não seguir as regras do seu governo, ficará fora da vida pública.

O discurso de Bolsonaro foi transmitido nas suas redes sociais, nesta terça-feira (7), quando o presidente participava de uma das programações do Dia da Independência no país.

Bolsonaro não citou nominalmente nenhum magistrado, mas nos últimos dias tem renovado ataques aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. O presidente disse que “uma ou duas pessoas” estariam jogando “fora das quatro linhas” da Constituição.

“Nosso País não pode continuar refém de uma ou duas pessoas, não interessa onde elas estejam. Esta uma ou duas pessoas ou entram nos eixos ou serão simplesmente ignoradas da vida pública. Este é o meu trabalho. Vou continuar jogando dentro das quatro linhas, mas a partir de agora não admito que outras pessoas, uma ou duas, joguem fora das quatro linhas. A regra do jogo é uma só: respeito à nossa Constituição, liberdade de opinião sempre tendo a nossa Constituição, que é a vontade popular, acima de tudo”, disse o presidente.

Leia mais: Bolsonaro altera Marco Civil da Internet para proteger ‘liberdade de expressão’

O chefe do Executivo também ressaltou que a data não deve ser relacionada a políticos e sim para os brasileiros que desejam mudanças no país.

“Hoje é o dia do povo não do presidente, não é o dia de nenhum político, de nenhuma autoridade. Hoje é o dia que o povo brasileiro vai nos dar norte, vai nos dizer para onde o brasil deve vir. Hoje, eu quero ser o porta-voz de vocês e dizer que o que falarmos a partir de hoje é em nome de vocês, povo brasileiro”, concluiu.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: facebook, instagram e twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap