MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Bolsonaro: ‘por mim, não teria Carnaval em 2022’

Presidente mostrou preocupação com a realização do Carnaval no país em 2022, mas disse que a decisão cabe a estados e municípios
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 25 de novembro de 2021 – 20:40
Vídeo: 'quer fechar de novo, po**a?’, diz Bolsonaro sobre fechamento de aeroportos
Foto: Alan Santos/PR

BRASÍLIA, DF – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quinta-feira (25) que, por ele, não haveria Carnaval em 2022. A declaração foi dada durante entrevista à Rádio Sociedade, da Bahia, e transmitida ao vivo pelas redes sociais do presidente.

Segundo o presidente, ele não tem poder para definir se haverá Carnaval ou não, e que a decisão cabe somente a governadores e prefeitos, em referência à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que deu autonomia para estados e municípios decidirem sobre ações de enfrentamento à covid-19.

“Por mim, não teria Carnaval. Só que tem um detalhe: quem decide não sou eu. Segundo o STF, quem decide são os governadores e os prefeitos. Não quero aprofundar nessa que poderia ser uma nova polêmica”, explicou.

Leia mais: Covid: capitais repensam festas, mas prefeitura desembolsa milhões para Réveillon e planeja Carnaval

O presidente ainda jogou a responsabilidade do Carnaval de 2020 para estados e municípios, logo no início da pandemia do novo coronavírus, para prefeitos e governadores. Na ocasião, Bolsonaro declarou estado de emergência, mas ainda assim, o Carnaval foi realizado.

“As consequências vieram. Chegamos a 600 mil óbitos. E alguns tentaram imputar a mim essa responsabilidade. Não tenho culpa disso. Não estou esquivando, nem apontando outras pessoas. É uma realidade, é uma verdade. Todo o trabalho de combate à pandemia coube aos prefeitos e aos governadores. O que coube a mim? Mandar recursos para estados e municípios”, reclamou. 

Já sobre a nova onda de covid-19 na Europa, o presidente disse estar preocupado com a economia. “Estou vendo que alguns países da Europa estão retomando medidas de lockdown. Se tiver outro lockdown no Brasil, em estados e municípios, vai quebrar de vez a economia”, disse.

(*) Com informações do R7.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap