US - R$ 4,13

×

Criança volta de creche com ‘sacolinha de cocô’ presa à mochila e mãe fica indignada

“Uma professora irresponsável fez isso. A criança fez cocô na escola e as fezes foram mandadas amarradas numa sacola. Meu filho pega ônibus com mais de 30 alunos e desceu chorando”.

Uma criança de 3 anos chegou da creche onde estuda com fezes amarradas em uma mochila, na última quarta-feira (24), em Montes Claros,  Minas Gerais. A mãe da criança gravou um vídeo e publicou nas redes sociais manifestando indignação com o ocorrido.

Reprodução/Facebook

Na publicação, Stefane Leite da Silva contou que, ao voltar do Centro Municipal de Educação Infantil Mário Ribeiro, o filho chorava bastante por estar constrangido com a situação. “Uma professora irresponsável fez isso. A criança fez cocô na escola e as fezes foram mandadas amarradas numa sacola. Meu filho pega ônibus com mais de 30 alunos e desceu chorando”, disse.

Um boletim de ocorrência foi registrado junto à Polícia Militar (PM) e, conforme a corporação, após ver as fezes na sacola, a mãe da criança entrou em contato com a direção da creche e relatou o ocorrido. Antes disso, perguntou para o filho quem tinha feito aquilo e ele respondeu que era a “tia da escola”.

https://www.facebook.com/stefanemiguelucas/videos/1056948334505409/

Em conversa com a diretora, a professora e auxiliar da creche informaram que, de fato, a criança havia feito as necessidades fisiológicas na roupa. Elas ainda disseram que não lavaram a cueca da criança, pois o ônibus escolar havia chegado. As profissionais negaram que colocaram as fezes na sacola.

Nova publicação foi feita por Stefane Leite nesta quinta-feira (25) e segundo ela, após reunião com a direção, a auxiliar foi afastada das funções que desempenhava na creche. Além disso, a mãe conta que a auxiliar confessou que mandou as fezes na sacola. “Ela não tem condições de mexer com crianças”, disse Stefane.

A criança passará por exame de corpo de delito, pois, conforme a mãe contou, ela apresentava manchas pelo corpo. Porém, não se sabe se foi decorrente de alguma agressão por parte das professoras. “Não posso afirmar que ela bateu, pode ter sido queda ou alguma coisa do tipo. Na próxima semana meu filho voltará para a aula”.

Posted by Stefane Leite da Silva on Thursday, April 25, 2019

 

O que diz a Prefeitura de Montes Claros

A Prefeitura de Montes Claros explicou, por meio de nota, que a sacola foi amarrada à mochila do garoto para que ele não perdesse o transporte escolar. Disse ainda que a diretora da instituição se reuniu pessoalmente com a mãe do menino para prestar esclarecimentos. No entanto, não informou se a funcionária em questão sofreu alguma medida.

Veja na íntegra abaixo:

“A Secretaria de Educação esclarece que, ao final do turno escolar, a criança em questão fez suas necessidades fisiológicas na própria roupa. Devido ao avançado da hora, e para que o aluno não perdesse o transporte escolar, a auxiliar fez a higiene da criança, deu banho e colocou sua cuequinha, ainda suja, em uma sacola, e a amarrou na mochila, já que era o que poderia ser feito naquele momento.

A Secretaria acrescenta que a diretora do educandário já se reuniu com a mãe da criança e prestou, pessoalmente, as explicações sobre o ocorrido. Também destaca que a auxiliar em questão tem uma longa experiência de trabalho naquela escola e que contra ela não existem outras reclamações”.

 

 

*Informações retiradas do BHAZ

Faça um comentário