US - R$ 3,76

×

Dona de casa decide cobrir tatuagem de pênis gigante: ‘Preciso trabalhar’

Dois meses depois, Rosineia resolveu que não quer mais ter o pênis gravado na pele e vai cobri-lo. Entenda:

A dona de casa Rosineia Aguiar, de 53 anos, causou polêmica nas redes sociais, no início deste ano, por conta de uma decisão inusitada: ela foi a um estúdio de tatuagem no Rio de Janeiro e fez um pênis gigante em um dos braços. A foto do desenho foi publicada no Facebook e viralizou.

Reprodução/Facebook

Agora, cerca de dois meses depois, a moradora de Rio das Ostras resolveu que não quer mais ter o pênis gravado na pele e vai cobri-lo. A justificativa, no entanto, está relacionada à necessidade de conseguir emprego.

Após fazer a tatuagem, ela explicou que “gosta muito da coisa”. “Eu conversei com meus filhos e eles me deram o maior apoio. Já tinha vontade de fazer, daí fui lá e fiz. Eu gosto muito também”, disse dando risada da situação.

Questionada sobre possíveis críticas, a dona de casa demonstra não ter tempo ruim. “Eu sabia que algumas pessoas iam achar muito esquisito, mas eu gosto de causar. O Maurício [tatuador] ficou um pouco sem graça no começo, mas deu certinho e ficou bonita. Eu gostei bastante”, explicou.

Bom dia quando a gente menos se espera, vem alguém e te surpreende.Tattoo feita ontem.Escolha da cliente vamos respeitar 😎Mauricio Art#pênis#coragem#tattoo

Posted by Maurício Miranda on Tuesday, February 26, 2019

Nesta sexta-feira (19), ela disse que gostaria de manter a tatuagem, mas que precisa trabalhar. “Eu gostei da tatuagem e fiquei feliz com ela, mas preciso arrumar um emprego e acho que pode atrapalhar”, disse. “No Carnaval, foi um sucesso. Todo mundo me parando para pedir foto, falando que me viram na internet”, explica. “Eu já trabalhei como babá, lavando roupa e serviços gerais. Gostaria de uma oportunidade”, diz.

Rosineia explica que ainda não sabe o que tatuar para cobrir o pênis gigante, mas que pensa na possibilidade de fazer algumas flores no braço. “Vou ao estúdio no mês que vem ver o que posso fazer, mas não estou arrependida. Só não quero que a tatuagem me atrapalhe a trabalhar”, conclui.

Se você tem alguma oportunidade de emprego em aberto, no Rio de Janeiro, ou gostaria de ajudar a Rosineia de alguma forma, pode entrar em contato com a dona de casa por meio do Facebook.

 

 

*Informações retiradas do BHAZ

Faça um comentário