MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Brasileiros levam prata em mundial de Revezamento na Polônia

Prata foi pelo revezamento 4x400 misto; time brasileiro segue classificado para disputar as Olimpíadas na modalidade, em Tóquio
• Publicado em 02 de maio de 2021 – 19:48
revezamento
Foto: Fernando Reis/CBAt

CHORZOW, POL – O Brasil conquistou neste domingo (2) a medalha de prata na prova do revezamento 4×400 metros misto do Campeonato Mundial de Revezamentos. O torneio aconteceu no estádio da Silésia, na cidade de Chorzow (Polônia).

Esta prova estreará no programa olímpico nos Jogos de Tóquio. O time brasileiro já estava qualificado para a Olimpíada, pois foi finalista no Mundial de Doha (2019).

Leia mais: Governo planeja vacinação de atletas para Olimpíadas com ajuda do COI

Neste domingo, a equipe formada por Anderson Henriques, Tiffani Marinho, Geisa Coutinho e Alison Santos completou a prova em 3min17s54, atrás da primeira colocada Itália (3min16s60) e à frente da República Dominicana, que ficou com o bronze com o tempo de 3min17s58.

“Tínhamos o objetivo de brigar pela medalha. Conseguimos a prata, o que é um grande reconhecimento pelo trabalho de toda a equipe. Já estávamos garantidos em Tóquio e agora já temos vaga assegurada para o Campeonato Mundial do Oregon [2022]. Todos estão muito felizes e que bom dar um resultado para os atletas dos 400 metros”, declarou o treinador Evandro Lazari à Confederação Brasileira de Atletismo.

Desclassificação no revezamento 4×100 masculino

O Brasil também disputou neste domingo a final do revezamento 4×100 metros masculino, defendendo o título conquistado em 2019. Porém, a equipe brasileira, formada por Rodrigo Nascimento, Felipe Bardi, Derick e Paulo André Camilo de Oliveira foi desclassificada após completar a prova em segundo lugar. A eliminação veio porque Derick Souza pisou na linha da raia.

Outra desclassificação brasileira aconteceu no último sábado, quando a equipe do 4×100 metros feminino foi desqualificado após vencer a primeira série semifinal porque a atleta Ana Carolina de Azevedo teve um desequilíbrio e também pisou na linha da raia.

(*) Com informações da Agência Brasil.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap