MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Controladora que assinou plano de voo do avião da Chapecoense é presa pela PF

Ela era procurada pela Justiça da Bolívia 'para responder pela suposta prática do crime de atentado contra a segurança no espaço aéreo'
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 24 de setembro de 2021 – 10:31
Foto: Reprodução

CORUMBÁ, MS – A boliviana Celia Castedo foi presa pela Polícia Federal de Corumbá, em Mato Grosso do Sul. Ela era procurada pela Justiça da Bolívia “para responder pela suposta prática do crime de atentado contra a segurança no espaço aéreo”. Celia foi a responsável por assinar o plano de voo do avião da Chapecoense, em 2016.

A ordem foi assinada pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. A boliviana morava no Brasil desde 2016, ano em que solicitou asilo com a justificativa de que sofria ameaças desde as declarações sobre o voo.

Leia mais: Vacinação completa será exigida no jogo entre Brasil e Uruguai em Manaus

Celia foi a responsável por assinar a declaração de voo da Lamia, que transportava o time da Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana. Porém, o documento apontou que o piloto decolou da Bolívia para a Colômbia com quantidade insuficiente de combustível.

O acidente aéreo vitimou 71 pessoas, entre as vítimas jogadores da Chapecoense, comissão técnica, jornalistas e funcionários da companhia aérea. Apenas seis pessoas sobreviveram ao acidente, entre elas três jogadores da Chapecoense e um jornalista brasileiro.

(*) Com informações do Uol

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap