MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Covid-19: alerta para a segunda dose da vacina

Semsa registrou que 5.457 pessoas não concluíram o ciclo definido pelo laboratório, cujo intervalo entre doses é de 28 dias
• Publicado em 15 de abril de 2021 – 08:30
Fotos: João Viana / Semcom

Prefeitura de Manaus alertou que quem ainda não tomou a segunda dose da vacina CoronaVac contra a Covid-19 precisa comparecer a qualquer um dos postos de vacinação o mais breve possível. Nesta quarta-feira (14) a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) registrava que 5.457 pessoas não haviam concluído o ciclo definido pelo laboratório, cujo intervalo entre doses é de 28 dias. Esse número equivale a 3,7% do total de pessoas que já receberam a primeira dose do imunizante, que é de 148.827.

O prefeito David Almeida enfatiza a necessidade das duas doses como forma, não só de proteção individual, mas principalmente coletiva.

“Os esquemas das vacinas são definidos após estudos clínicos e testes. Se o fabricante indica a necessidade de reforço com uma segunda dose, é porque só uma não vai garantir o resultado almejado e não adianta as pessoas ficarem parcialmente resguardadas. E se uma pessoa não concluir esse ciclo, as outras que convivem com ela também ficam mais vulneráveis”, salienta.

Ele destaca, ainda, que mesmo com as duas doses, os cuidados de proteção individual devem ser mantidos com o uso de máscara, álcool em gel a 70% e distanciamento social.

Leia mais: Com menos doses, Manaus vacina mais que todos os municípios do Amazonas

A orientação do subsecretário de Gestão da Saúde da Semsa, Djalma Coelho, para quem tenha perdido o prazo para tomar a segunda dose é que se dirija a um dos postos de vacinação, levando um documento de identificação com foto e o cartão no qual consta o registro da primeira dose, para poder ser imunizado.

“É importante que as pessoas não deixem que esse prazo se alongue muito. Os dados de eficácia das vacinas são baseados em protocolos. Interrompê-los, coloca em risco o esquema vacinal. É preciso considerar que estamos fazendo o possível para garantir a imunização da população e o quantitativo de vacinas ainda é pequeno”, aponta.

O subsecretário informa ainda que o sistema Imuniza Manaus não faz reagendamento para a segunda dose. “Quando a pessoa perde a data agendada, ela pode ir se vacinar em qualquer um dos postos, a qualquer tempo”, afirma.

Do total de pessoas que já passaram do prazo de 28 dias para receber a segunda dose, 4.196 são trabalhadores de saúde; 1.241 são pessoas de 60 a 63 anos.

 

(*) Com informações assessoria

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap