Manaus, 16 de junho de 2024
×
Manaus, 16 de junho de 2024

Cenário

David manda recado para rivais: ‘olha só o trabalho que a ecobarreira faz’

David fez questão de explicar detalhadamente como funciona a retirada do lixo das instalações que o pré-candidato a prefeito Amom Mandel, pediu suspensão, ao alegar que foram instaladas com algumas irregularidades.

David manda recado para rivais: ‘olha só o trabalho que a ecobarreira faz’

(Fotos: Reprodução/Redes sociais - @davidalmeida)

Manaus (AM) – Após a forte chuva que caiu sobre Manaus desde as primeiras horas desta sexta-feira (17), o prefeito David Almeida (Avante) foi até o igarapé do Mindu, localizado no Parque Dez de Novembro, zona Centro-Sul de Manaus, e mandou um recado para os rivais ao mostrar a funcionalidade das ecobarreiras: “Olha só o trabalho que a ecobarreira faz”.

Por meio de vídeo, David mostra a funcionalidade da ecobarreira instalada no Passeio do Mindu, que traz boa quantidade de lixo jogado no igarapé pela população.

Na legenda da publicação, o prefeito estendeu o assunto e disse que são nos dias chuvosos que se “pode comprovar ainda mais a funcionalidade das ecobarreiras”. “Uma solução ambiental inteligente, estratégica e com baixo custo de manutenção. É dessa forma, e com o auxílio da população, que vamos despoluir nossos igarapés e continuar preservando o nosso Rio Negro”, escreveu o mandatário.

Uma hora depois, o prefeito continuava no local e fez questão de explicar detalhadamente com funciona a retirada do lixo das instalações que o deputado federal e pré-candidato a prefeito de Manaus, Amom Mandel (Cidadania), pediu intervenção, alegando que foram instaladas com algumas irregularidades.

Pediu suspensão

No dia 28 de abril, Amom reclamou das ecobarreiras instaladas pela Prefeitura de Manaus e pediu um “estudo de extensão” da instalação das estruturas, pois considera que danos estão sendo causados pela obra. Além disso, o parlamentar também pediu a retirada de pedra e barro, que estariam sendo usados nas ecobarreiras sem qualquer preocupação ecológica por parte da prefeitura.

 

LEIA MAIS: