Depois que o Brasil estiver respirando, vamos apurar responsabilidades - Amazonas1
14 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Depois que o Brasil estiver respirando, vamos apurar responsabilidades

Torcemos para que dê certo, porque se der errado, o custo é a vida de mais alguns milhares de brasileiros

Depois que o Brasil estiver respirando, vamos apurar responsabilidades

Vivemos na última semana recordes sucessivos de mortes por Covid-19, agravados pela falta de leitos de UTI, escassez de oxigênio e na iminência de uma crise de medicamentos, sobretudo de sedativos, entre outros componentes do kit necessário à intubação. O momento mais grave da pandemia do coronavírus no país, sem dúvidas.

Não podemos esperar nem mais um dia. Torcemos para que dê certo, porque se der errado, o custo é a vida de mais alguns milhares de brasileiros. Uma preocupação é que temos um ministro sem nenhuma experiência na gestão pública e não dá tempo de aprender como a máquina funciona, como as coisas acontecem na administração pública, montar uma equipe afinada, ganhar confiança da burocracia estável do Ministério.

Não é um processo simples, acho que vai ser um momento muito difícil. Não conheço o ministro, não posso avaliá-lo pessoalmente. Mas uma convicção trago comigo: a de que todos os problemas que temos hoje são decorrentes da posição inicial de algumas autoridades de negar a gravidade da pandemia.

A primeira coisa para enfrentar mal um problema é negar que ele existe. Daí em diante, se seguiu uma sequência de erros decorrentes da minimização da gravidade da pandemia.

A mesma lógica serve para vacina. Nós entramos no fim da fila para comprar vacina, porque quando começou a se tomar vacina, a reação não foi a de ir na frente comprar. E nós vamos pagando o preço desses erros. No entanto, não acho que agora seja a hora para parar, avaliar e apontar os culpados. Depois que o Brasil estiver respirando, vamos ter que apurar responsabilidades.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]