Manaus, 27 de maio de 2024
×
Manaus, 27 de maio de 2024

Esportes

Diniz desabafa e justifica improvisações no Flu: ‘Tem muita coisa errada’

O Fluminense, no entanto, não tem tempo para lamentar. Na terça-feira, o time volta a enfrentar o Bahia, às 21h30, na Arena Fonte Nova, pela segunda rodada.

Diniz desabafa e justifica improvisações no Flu: ‘Tem muita coisa errada’

(Foto: Reprodução/Redes sociais - Facebook -Fluminense Football Club)

Rio de Janeiro (RJ) – O técnico Fernando Diniz não ficou satisfeito com o desempenho do Fluminense no empate por 2 a 2 com o Red Bull Bragantino, no Maracanã, pela primeira rodada do Brasileirão. O treinador, que continua improvisando na defesa, desde a saída de Nino, fez um desabafo após sofrer dois gols.

“A gente jogou bem o primeiro tempo. Tivemos um aproveitamento, na questão de fazer gols, abaixo do que a gente pode. Poderia ter ido com dois, três gols para o segundo tempo. O ponto negativo foi voltar e sofrer nas bolas aéreas. No segundo gol, até se justifica não jogar com zagueiro. Talvez pudesse ser evitado com um jogador da posição. Mas, na verdade, tem um monte de coisa errada que a gente fez”, disse o treinador.

Fernando Diniz ainda justificou sobre as improvisações. Neste sábado, a defesa foi formada por Felipe Melo e Martinelli, que são volantes de origem. André é outro que constantemente atua na posição com o treinador.

“É tudo junto. É uma escolha para o time ter mais chances de ganhar o jogo. Fizemos isso inúmeras vezes o ano passado, mas puxando mais o André do que o Martinelli, só que o Martinelli é mais alto. É uma conta que a gente tem que ajustar. Não enxergo o time como um setor isolado. O momento que a gente melhor marcou foi quando jogamos com André e Martinelli na zaga e Lima e Ganso de volantes, porque ficamos preocupados com outras coisas”, afirmou.

O treinador, inclusive, fez inúmeros elogios a Lima, autor dos dois gols do Fluminense. ” Lima desde quando chegou aqui foi uma das melhores contratações que fizemos. Talvez foi o jogador que mais atuou pelo Fluminense desde o ano passado. Não em minutagem, mas o fato de entrar nas partidas, seja como titular ou reserva, na imensa maioria das vezes correspondendo. Tem técnica refinada e serve muito para jogar de 8. Temos muito ganho quando o Lima entra no time. Pode ser que perdemos um pouco de marcação, mas ele é muito dinâmico. Espero que a torcida olhe para ele diferente, ele merece crédito”, finalizou.

O Fluminense, no entanto, não tem tempo para lamentar. Na terça-feira, o time volta a campo para enfrentar o Bahia, às 21h30, na Arena Fonte Nova, pela segunda rodada do Brasileirão.

 

(*) Com informações do Estadão Conteúdo

 

LEIA MAIS: